O "site" oficial do futebol europeu

Estreias na UEFA Europa League

Publicado: Terça-feira, 28 de Junho de 2011, 14.58CET
Desde uma equipa moldava fundada no ano passado até um clube húngaro de uma cidade mais conhecida pelo seu reactor nuclear: o UEFA.com traça o perfil dos estreantes na Europa.
Estreias na UEFA Europa League
Mihail Moraru, guarda-redes do Milsami Orhei ©Boris Kharchenko
 
Publicado: Terça-feira, 28 de Junho de 2011, 14.58CET

Estreias na UEFA Europa League

Desde uma equipa moldava fundada no ano passado até um clube húngaro de uma cidade mais conhecida pelo seu reactor nuclear: o UEFA.com traça o perfil dos estreantes na Europa.

Cinquenta clubes vão iniciar o caminho rumo a Bucareste esta terça-feira, quando se realizar a primeira pré-eliminatória da edição 2011/12 da UEFA Europa League. Alguns são velhos conhecidos das competições europeias, especialmente nestas fases iniciais, no entanto cinco são perfeitos desconhecidos. O UEFA.com traça o perfil dos estreantes que esperam deixar a sua marca.

FK Banga - Qarabağ FK
Natural da pequena cidade de Gargzdai, na Lituânia, o Banga estagnava na terceira divisão há seis anos, antes de um grupo de empresários locais se ter reunido para dar novo impulso ao clube. Em 2009 já estava na primeira divisão e, depois de ter nomeado Arminas Narbekovas, nome forte do futebol nacional, como treinador principal, chegou até à final da Taça da Lituânia e quase a ganhou: esteve a vencer por 2-0 antes de perder por 4-2 com o FK Ekranas. "Temos de estar ao nosso melhor nível nesta estreia", disse Narbekovas, cuja equipa é sexta classificada na época 2011, depois de cumpridas 16 jornadas. "Mas sei que vamos enfrentar uma boa equipa, que mostrou a sua qualidade nos últimos anos."

KR Reykjavík - ÍF Fuglafjørdur
Fundado em 1946, o ÍF conquistou o campeonato das Ilhas Faroé em 1979, mas desde então teve dificuldades para se impor na primeira divisão. A sua actual passagem remonta há quatro épocas, e existem sinais de que desta vez pode ser permanente: chegou à final da Taça das Ilhas Faroé em 2010, onde perdeu por 1-0 com o EB/Streymur, enquanto um golo no tempo de compensação da última jornada da época anterior, frente ao Víkingur, garantiu o quarto lugar do campeonato, à frente do seu adversário. O ÍF é penúltimo classificado em 2011, depois de ter perdido sete jogos nas 13 primeiras jornadas, no entanto aproxima-se a campanha europeia e o presidente Ólavur Larsen está confiante: "Realizámos um estágio de pré-época na Islândia e defrontámos duas equipas do segundo escalão. Fomos muito melhores do que elas, por isso acredito que temos hipóteses frente ao KR."

FC Dinamo Tbilisi - FC Milsami Orhei
O Milsami foi criado apenas no ano passado, em honra ao pai do ambicioso proprietário do clube, Ilan Şor. "Era um adepto apaixonado do futebol e transmitiu-me essa paixão", disse o dirigente de 24 anos. "Quero ajudar o futebol moldavo e apoiar o seu desenvolvimento." Depois de ter assumido o lugar do FC Viitorul Orhei na primeira divisão, o Milsami rapidamente registou grandes progressos, terminando a época de estreia num honroso terceiro lugar. "Num ano estabelecemos uma equipa sólida e com uma atmosfera familiar", afirmou o treinador Ştefan Stoica. "O terceiro lugar é agradável, mas seria melhor se conseguíssemos ultrapassar uma ou duas pré-eliminatórias nas competições europeias."

Aalesunds FK - Neath FC
Nascido da fusão entre Neath FC e Skewen Athletic FC, em 2005, o clube desfrutou de sucesso imediato no segundo escalão do País de Gales. Segundo classificado na época de estreia, as "águias" ganharam o título na época seguinte e subiram à primeira divisão. Seguiu-se a estabilidade, liderada pela antiga dupla do Swansea Town AFC composta por Kristian O'Leary e Lee Trundle. Terminaram a época passada no terceiro lugar e depois levaram a melhor no "play-off" de acesso à UEFA Europa League entre cinco equipas.

Paksi SE - UE Santa Coloma
Nas margens do rio Danúbio, Paks é mais famosa por ser a casa do único reactor nuclear húngaro do que por ser um berço futebolístico, mas até mesmo isso está a mudar. Fundada em 1952, a equipa dos "verde-e-brancos" ascendeu finalmente à primeira divisão em 2006 e, com a sua política de apostar apenas em jogadores húngaros, em especial nos talentos locais, registou uma evolução notável. Ganhou a Taça da Liga na época passada e, graças aos 15 golos do médio-ofensivo Dániel Böde, foi segundo classificado da Liga húngara em 2010/11.

Última actualização: 30-06-11 13.40CET

http://pt.uefa.com/uefaeuropaleague/news/newsid=1647817.html#estreias+uefa+europa+league