O "site" oficial do futebol europeu

Benfica em forma na altura certa

Publicado: Segunda-feira, 18 de Abril de 2011, 15.02CET
Perfil dos semifinalistas: Após resultados decepcionantes até Dezembro, o Benfica arrancou para uma excelente série de vitórias e luta ainda pela conquista de três troféus.
por Hugo Pietra
de Lisboa

rate galleryrate photo
1/0
counter
  • loading...
 
Publicado: Segunda-feira, 18 de Abril de 2011, 15.02CET

Benfica em forma na altura certa

Perfil dos semifinalistas: Após resultados decepcionantes até Dezembro, o Benfica arrancou para uma excelente série de vitórias e luta ainda pela conquista de três troféus.

Após uma decepcionante campanha na fase de grupos da UEFA Champions League desta temporada, o Benfica pareceu ter aprendido algumas lições com a presença na mais importante competição europeia de clubes e segue agora invicto na UEFA Europa League. Especialmente fortes em casa, as "águias" conseguiram também marcar sempre pelo menos um golo em todos os jogos fora desde os 16 avos-de-final e provaram todo o seu valor.

Palmarés nas competições de clubes da UEFA (finalista vencido entre parêntesis)
• Taça dos Clubes Campeões Europeus: 1961, 1962; (1963), (1965), (1968), (1988), (1990)
• Taça UEFA: (1983)

Palmarés nacional (título mais recente entre parêntesis)
• Campeonato: 32 (2010)
• Taças de Portugal: 24 (2004)

História
Presenças anteriores em meias-finais da Taça UEFA/UEFA Europa League
1 (1 vitória, 0 derrotas)

Ranking de clubes da UEFA
17º (o adversário Sp. Braga é 31º)

Melhor marcador
Liga: Óscar Cardozo, Javier Saviola 9
Europa: Óscar Cardozo 4 (3 na UEFA Europa League)

Pontos fortes e fracos
A força do Benfica reside na sua capacidade ofensiva, com jogadores como Pablo Aimar, Eduardo Salvio, Nico Gaitán e Saviola a constituírem uma ameaça constante para as defesas adversárias. Muito desse poder atacante advém também das subidas dos laterais, Fábio Coentrão na esquerda e Maxi Pereira na direita. Contudo, a defesa do Benfica já sofreu seis golos na presente campanha da UEFA Europa League.

Momento-chave
As esperanças do PSV Eindhoven em dar a volta à eliminatória dos quartos-de-final tornaram-se reais quando Jeremain Lens acorreu a um passe longo de Otman Bakkal e bateu Roberto à segunda tentativa, após um primeiro remate defendido pelo guardião espanhol e de um ressalto da bola em Javi García. A equipa da Holanda ficava, então, apenas a um golo de ganhar vantagem na eliminatória, mas Luisão, capitão do Benfica, aliviou a pressão que pairava sobre a formação de Lisboa ao aproveitar da melhor forma uma má abordagem de Andreas Isaksson a um lance para, num espectacular gesto técnico, colocar a bola no fundo da baliza do guarda-redes sueco e reduzir para 2-1 pouco antes do intervalo. O tento teve o condão de acalmar o Benfica e, na segunda parte, chegou o empate e o selar em definitivo do apuramento.

Herói improvável
O extremo internacional argentino Salvio foi uma das contratações menos badaladas do Verão – emprestado pelo Club Atlético de Madrid –, mas acabou por se revelar decisivo, em especial nesta campanha na UEFA Europa League. Brilhou no triunfo por 2-0 sobre o VfB Stuttgart, ao apontar o primeiro golo da noite, antes de bisar na vitória por 4-1 na partida da primeira mão contra o PSV. Único jogador com hipóteses de conquistar a prova pelo segundo ano consecutivo, Salvio não irá poder, porém, dar o seu contributo ao Benfica frente ao Braga, devido a ter fracturado o quinto metatarso do pé direito na segunda mão frente ao PSV.

Forma
O Benfica realizou um terrível arranque de temporada, tendo perdido a SuperTaça de Portugal frente ao FC Porto e sofrendo três derrotas nas quatro primeiras jornadas da Liga portuguesa. Quando saiu goleado por 5-0 da visita ao Estádio do Dragão, em 7 de Novembro, as esperanças de revalidar o título caíram praticamente por terra e, um mês depois, a derrota caseira frente ao FC Schalke 04 ditou o afastamento da UEFA Champions League. Mas os pupilos de Jorge Jesus acabaram por conseguir apurar-se para a UEFA Europa League e, a partir de então, embarcaram numa série recorde a nível interno de 18 vitórias consecutivas em todas as competições. A recuperação não foi suficiente para evitar que o FC Porto se sagrasse campeão, mas chegou para garantir a presença na final da Taça da Liga e nas meias-finais da Taça de Portugal, numa altura que se prepara para receber o FC Porto na segunda mão em vantagem por 2-0, além do facto de ser semifinalista da UEFA Europa League.

Estatística decisiva
O Benfica domina o registo dos 110 encontros ante o Braga na Liga portuguesa, nos quais somou 72 vitórias e apenas 11 derrotas. Em casa, esse registo é ainda mais positivo, com apenas uma derrota sofrida diante da turma bracarense, na temporada 1954/55, 11 empates e 43 triunfos em 55 jogos. Para além disso, o Benfica venceu os quatro encontros disputados frente ao Braga no Estádio da Luz na Taça de Portugal.

O que diz o adversário
Leandro Salino, jogador do Braga:
Vamos ter dois jogos pela frente e uma grande equipa para tentar vencer. Respeitamos muito o Benfica, mas creio que eles também nos respeitam bastante. Já os defrontámos esta temporada e demonstrámos a nossa qualidade.

Última actualização: 07-12-13 4.43CET

Informação relacionada

Perfis dos jogadores
Perfis das equipas

http://pt.uefa.com/uefaeuropaleague/news/newsid=1621458.html#benfica+forma+altura+certa