Liverpool e Juve animam adversários

Os responsáveis do Shamrock Rovers falam num "sorteio mágico" perante a perspectiva de um possível embate com a Juventus, enquanto Rabotnicki e Mika prometem tudo fazer para encontrar o Liverpool.

A Juventus poderá visitar o Tallaght Stadium, dos irlandeses do Shamrock Rovers, na terceira eliminatória da UEFA Europa League
A Juventus poderá visitar o Tallaght Stadium, dos irlandeses do Shamrock Rovers, na terceira eliminatória da UEFA Europa League ©Sportsfile

Um encontro na terceira pré-eliminatória da UEFA Europa League com um antigo campeão europeu constituirá um apetecível prémio para duas modestas equipas do Velho Continente que consigam seguir em frente na segunda pré-eliminatória da prova, quinta-feira, depois das partidas da segunda mão.

O sorteio da terceira pré-eliminatória, realizado esta sexta-feira, em Nyon, colocou o vencedor do embate entre os irlandeses do Shamrock Rovers FC e os israelitas do Bnei Yehuda Tel-Aviv frente à gigante Juventus, enquanto quem levar a melhor do confronto entre FK Rabotnicki e FC Mika encontrará, na ronda seguinte, Liverpool FC, cinco vezes campeão da Europa de clubes.

A perspectiva de enfrentar um oponente de tão alto gabarito conferirá, certamente, a estas quatro equipas uma motivação extra para as suas partidas da segunda mão da segunda pré-eliminatória, agendadas para a próxima quinta-feira. O presidente do Shamrock Rovers, Jonathan Roche - que viu a sua equipa empatar 1-1 em casa, na primeira mão -, descreveu o possível embate com a Juventus como "um sorteio de sonho".

"O Shamrock Rovers já defrontou alguns clubes grandes na Europa ao longo dos anos, mas este seria o maior jogo da nossa história", admitiu Roche, cuja equipa mediu já forças, no passado, com FC Bayern München e Manchester United FC. "É um sorteio realmente fantástico. Defrontar um clube como a Juventus constituiria um grande momento para os nossos jogadores".

O Rabotnicki, por seu lado, está em boa posição para ser o primeiro adversário de Roy Hodgson à frente do Liverpool, depois de bater, em casa, na ARJ da Macedónia, os arménios do FC Mika, por 1-0, na partida da primeira mão da segunda pré-eliminatória. Tus Zefik, treinador-adjunto do Rabotnicki, referiu ao UEFA.com: "Desejava mesmo que nos saísse o Liverpool. É a minha equipa preferida desde criança e o sorteio desta manhã realizou esse meu desejo".

"Numa análise realista, as hipóteses de bater o Liverpool são mínimas, mas estou muito satisfeito por saber que, se deixarmos o Mika pelo caminho, vamos receber na Macedónia um dos maiores clubes que alguma vez lá actuou".

Também o director-desportivo do Mika, Armen Petikyan, revelou a sua satisfação, ao afirmar: "Se conseguirmos ultrapassar os nossos adversários macedónios, conseguiremos trazer para a Arménia uma grande festa de futebol. A vinda de uma equipa tão ilustre será, sempre, um feriado na nossa região, independentemente do resultado, e vamos procurar estar à altura da ocasião".

Os croatas do OFK Beograd e os bielorrussos do FC Torpedo Zhodino, que empataram a duas bolas na primeira mão, vão lutar por um confronto com o Galatasaray AŞ, vencedor da Taça UEFA em 2000. Ambos os clubes estão cientes do peso do emblema turco, ao passo que o treinador-adjunto do Gala, Johan Neeskens, garante que para eles será uma viagem ao desconhecido: "Não conhecemos bem qualquer uma das equipas. Vamos ver o vídeo do encontro da primeira mão e vamos assistir ao segundo jogo na Bielorrússia".

Tendo apontado dois golos fora de portas, o Torpedo Zhodino assume-se como principal candidato ao apuramento, apesar de o treinador Aleksandr Lisovski revelar cautelas: "O Galatasaray é uma equipa de topo e tem um excelente treinador, o Frank Rijkaard. Contudo, antes de pensarmos em jogar com eles temos de ultrapassar o OFK. Neste momento só pensamos no jogo da segunda mão", garantiu.

 

Topo