O "site" oficial do futebol europeu

Marítimo em vantagem

Publicado: Sexta-feira, 16 de Julho de 2010, 13.35CET
Nos 40 jogos da segunda pré-eliminatória da UEFA Europa League houve goleadas, festa de gémeos polacos e boas estreias de treinadores alemães no Beşiktaş e Olympiacos. O Marítimo ganhou.
Marítimo em vantagem
Paweł Brożek colocou o Wisła a vencer em Šiauliai e o seu irmão gémeo marcou três minutos depois ©Cyfrasport
 
Publicado: Sexta-feira, 16 de Julho de 2010, 13.35CET

Marítimo em vantagem

Nos 40 jogos da segunda pré-eliminatória da UEFA Europa League houve goleadas, festa de gémeos polacos e boas estreias de treinadores alemães no Beşiktaş e Olympiacos. O Marítimo ganhou.

O Beşiktaş JK e Olympiacos FC justificaram o estatuto de equipas de maior prestígio na segunda pré-eliminatória da UEFA Europa League e conseguiram vitórias confortáveis nos desafios da primeira mão, frente ao Víkingur e ao KS Besa, respectivamente. O Marítimo, representante português nesta fase da prova, também venceu.

A estreia de Bernd Schuster no comando da equipa de Istambul terminou com um triunfo por 3-0 na recepção ao representante das Ilhas Faroé, com o reforço português Ricardo Quaresma a titular e Nihat Kahveci a apontar dois golos. O internacional turco inaugurou o marcador aos 19 minutos, quando correspondeu de cabeça a um cruzamento de Rodrigo Tabata, e marcou o segundo tento a 25 minutos do final, depois de uma assistência de Erhan Güven. O extremo português Quaresma foi decisivo na jogada do último golo, ao fazer o cruzamento para Bobô antes de este assistir o suplente Márcio Nobre, que marcou com um cabeceamento em mergulho.

Outro treinador alemão, Ewald Lienen, estreou-se ainda de forma mais sensacional no comando do Olympiacos, pois a equipa de Atenas, que na época passada perdeu o título da Grécia, regressou da Albânia com cinco golos marcados sem resposta. O ponta-de-lança espanhol Óscar González bisou na primeira meia-hora e o brasileiro Dudu, que esteve na origem do segundo golo, fez o 3-0 num remate de fora da área, no início do segundo tempo. Diogo, compatriota de Dudu, afastou todas as dúvidas quanto ao vencedor da eliminatória ao marcar aos 70 e aos 84 minutos.

Na Madeira, o Marítimo chegou ao intervalo a perder frente ao Sporting Fingal FC, empatou aos 78 minutos por Ricardo Esteves, deu a volta ao marcador por intermédio de Abdelmalek Cherrad e, apesar de ter sofrido novo golo logo a seguir, por Lorcan Fitzgerald, conseguiu sair vencedor do duelo ante a equipa da República da Irlanda quando o brasileiro Tchô marcou no quinto minuto dos descontos. Não obstante os dois tentos sofridos, a equipa de Mitchel van der Gaag parte em vantagem para o segundo encontro.

Com 40 jogos em cada mão, a segunda pré-eliminatória da UEFA Europa League representa uma das noites mais animadas do calendário europeu. A ronda fica concluída na próxima quinta-feira, mas o Beşiktaş e o Olympiacos não são os únicos clubes que vão estar com enorme atenção ao sorteio da terceira pré-eliminatória, que decorre esta sexta-feira e já conta com a presença de clubes como o Liverpool FC e a Juventus.

O FC Baník Ostrava deslocou-se ao reduto do FC WIT Georgia com a pressão de saber que não vencia um jogo europeu fora de casa desde o triunfo sobre o Galatasaray AS, por 1-0, em Istambul, a 23 de Outubro de 1991. Os checos regressaram a Ostrava com um triunfo por 6-0 e igualaram a sua maior goleada de sempre nas competições europeias, conseguida na recepção ao Orduspor, na Taça UEFA de 1979/80. "Dominámos a posse de bola e controlámos o jogo. Já podemos começar a pensar na próxima eliminatória”, afirmou o treinador Miroslav Koubek.

O APOEL FC (Nuno Morais, Paulo Jorge e Hélio Pinto) deslocou-se à Lituânia para bater o FK Tauras por 3-0, com o último dos portugueses a ser o autor do segundo tento, enquanto o Randers FC bateu o ND Gorica pelo mesmo resultado e também ficou em boa posição para seguir em frente. O PFC Levski Sofia também está tranquilo, pois goleou por 6-0 ao Dundalk FC, da República da Irlanda. O FC Karpaty Lviv também tem boas perspectivas, já que triunfou por 3-0 no reduto do KR Reykjavík, enquanto o modesto HNK Šibenik, da Croácia, venceu por 2-0 no reduto do Anorthosis Famagusta FC, equipa de Cristóvão (titular ate aos 51 minutos) e de Miguel Pedro (entrou em campo aos 64) que disputou a fase de grupos da UEFA Champions League 2007/08.

Finalmente, a Lituânia foi palco da festa dos gémeos Brożek, pois Paweł (78) e Piotr (80) marcaram no espaço de três minutos e foram decisivos no triunfo do Wisła Kraków, por 2-0, em casa do FC Šiauliai. Clique aqui para ver os resultados dos 40 jogos da primeira mão.

Última actualização: 16-07-10 15.44CET

Informação relacionada

Perfis dos jogadores
Federações membro
Perfis das equipas

http://pt.uefa.com/uefaeuropaleague/news/newsid=1505612.html#maritimo+vantagem