O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

O que esperar nos quartos-de-final da UEFA Europa League

Treinadores consagrados, goleadores prolíficos e jogadores históricos são os protagonistas no arranque dos quartos-de-final.

Xabi Alonso, Romelu Lukaku, Pierre-Emerick Aubameyang e Jürgen Klopp
Xabi Alonso, Romelu Lukaku, Pierre-Emerick Aubameyang e Jürgen Klopp

Os confrontos entre dois treinadores que tiram o melhor partido dos seus jogadores e entre dois avançados com veia goleadora são alguns dos temas em destaque no início dos quartos-de-final da Europa League.

Neste artigo apresentado pela Enterprise Rent-A-Car, escolhemos alguns pontos de discussão importantes antes dos jogos da primeira mão.

Quinta-feira, 11 de Abril
Milan - Roma (20h00)
Liverpool - Atalanta (20h00)
Leverkusen - West Ham (20h00)
Benfica - Marselha (20h00)

Horas de Portugal Continental

O que acontece a seguir?

Segunda mão dos quartos-de-final: 18 de Abril
Meias-finais: 2 e 9 de Maio 
Final: 22 de Maio

O que esperar

Gasperini contra Klopp: duelo de consagrados
A passagem de Jürgen Klopp pelo comando do Liverpool vai chegar ao fim esta época, segundo o próprio anunciou há semanas, mas desde então a sua equipa tem praticado um futebol cativante e ganhador. Mas o impacto de Gian Piero Gasperini na Atalanta também não é de somenos importância, pois desde a que assumiu o cargo em 2016 (12 meses depois de Klopp ter chegado ao Liverpool) reergueu o clube de Bergamo.

"Um super-treinador", disse Klopp sobre o homólogo de 66 anos. Gasperini assumiu as rédeas de um clube que lutava contra a despromoção, levando-o de volta à Europa após 26 anos de ausência e depois à Champions League pela primeira vez, além de ter estado em duas finais da Taça de Itália. Tudo isto com um futebol de ataque espectacular e de alto risco. Como tal, Anfield poderá assistir a uma das mais aliciantes partidas do momento na Europa.

Ver os resumos

Roma luta contra a história recente com o Milan
Fabio Capello, antigo treinador do Milan e da Roma, diz que é impossível apontar um favorito neste duelo italiano, mas a história recente sugere o contrário: os Giallorossi venceram apenas um dos últimos 13 confrontos entre as duas equipas. A Roma perdeu por 3-1 em San Siro no passado mês de Janeiro, na última vez em que se enfrentaram, resultado que deixou a formação da capital em nono lugar na Serie A e precipitou a saída de José Mourinho.

Sob o comando de Daniele De Rossi, a Roma tem estado diferente e a goleada por 4-0 imposta ao Brighton nos oitavos-de-final prova isso mesmo e é motivo de cautela para o Milan. O mesmo acontece com o poderio ofensivo da Roma, liderado por Romelu Lukaku e Paulo Dybala. De qualquer modo, é coisa que também não falta aos Rossoneri, uma vez que contam com nomes como Rafael Leão, Christian Pulišić e Olivier Giroud, que marcou nos jogos anteriores entre os dois conjuntos esta época.

Ver os resumos

Conseguirá o West Ham escapar ao Leverkusen
Vale a pena reflectir sobre o que Xabi Alonso está prestes a alcançar esta época, pois em 119 anos de história, o Leverkusen nunca venceu a principal divisão da Bundesliga. O clube foi vice-campeão cinco vezes, perdeu três finais da Taça da Alemanha (em comparação com uma única vitória em 1993) e foi finalista vencido na famosa final da UEFA Champions League em 2002. No entanto, o clube germânico tem estado irresistível na presente temporada, tanto a nível interno como na Europa, não tendo ainda perdido em 38 jogos (33 vitórias e cinco empates).

O Leverkusen criou uma aura de invencibilidade que cresceu com a recuperação e a reviravolta contra o Qarabağ nos oitavos-de-final. No entanto, o embate revelou igualmente algumas fragilidades que não terão passado despercebidas a David Moyes. O West Ham tornou-se num equipa em grande forma na Europa, tendo conquistado a Conference League na época passada e ultrapassado com distinção outra equipa alemã, o Friburgo, em mais uma impressionante campanha. E isso também não terá passado despercebido a Alonso.

Ver os resumos

Aubameyang é o centro das atenções do Marselha
Após três temporadas abaixo das expectativas, Pierre-Emerick Aubameyang está de volta ao seu melhor. O avançado gabonês, de 34 anos, ultrapassou a marca dos 20 golos no início de Março, é o melhor marcador da actual e da história da Europa League e parece não querer abrandar. "Ele é o jogador", revelou o treinador Jean-Louis Gasset, cuja chegada em Fevereiro coincidiu com a recente ascensão de Aubameyang.

"Em qualquer equipa, há o jogador. Coloca-se a jogar onde ele gosta e constrói-se a equipa à sua volta. Ele marca golos, recua se for preciso e até mostra uma certa generosidade." O goleador parece estar a gostar de ser o centro das atenções porque, entretanto, bateu o seu recorde pessoal na Ligue 1. A defesa do Benfica tem uma tarefa difícil pela frente.

Ver os resumos

Onde é a final da Europa League de 2024 ?

©Getty Images

A época 2023/24 da Europa League terminará na Dublin Arena, na República da Irlanda, a 22 de Maio de 2024.

Seleccionados para si