O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

André Villas-Boas, ícone da UEFA Europa League, vai proporcionar uma experiência de jogo única aos vencedores do prémio "Gone Europa"

O antigo treinador do FC Porto vai assumir o comando da equipa vencedora do prémio na final desta temporada, no Estádio Ramón Sánchez-Pizjuán, em Maio.

André Villas-Boas
André Villas-Boas

André Villas-Boas vai fazer um sensacional regresso ao activo como treinador, depois de ter aceite orientar a equipa de adeptos "Gone Europa" na final de 2022 da UEFA Europa League, a 18 de Maio.

Participe na competição 'Gone Europa'

Com apenas 33 anos e 213 dias, Villas-Boas tornou-se no mais jovem treinador de sempre a conquistar uma grande competição de clubes da UEFA quando guiou o FC Porto à glória na Europa League em 2010/11. Nessa final, em Dublin, contou com jogadores como Radamel Falcao, Hulk e João Moutinho à sua disposição; na final deste ano, em Sevilha, vai ter o prazer de orientar um feliz contemplado e dez dos seus amigos numa experiência muito especial.

André Villas-Boas e os seus jogadores festejam com o FC  Porto na final de 2011
André Villas-Boas e os seus jogadores festejam com o FC Porto na final de 2011

O treinador português vai passar um dia inesquecível em Sevilha com os vencedores da competição "Gone Europa". Villas-Boas irá dar a palestra pré-jogo ao seu "onze", analisar o encontro ao intervalo, e depois juntar-se aos vencedores do prémio para as celebrações pós-jogo.

Além de receber 11 bilhetes para o jogo da final e de ter a oportunidade única na vida de aprender algo de novo com Villas-Boas, o vencedor dessa competição e os seus amigos terão ainda direito a uma estadia de duas noites na luxuosa "Gone Europa house", em Sevilha, com prémios e experiências únicas proporcionadas durante a final pelas parceiras oficiais da UEFA Europa League, Heineken, Just Eat, Bwin e Enterprise.

Laçada no início da temporada de 2021/22, a "Gone Europa" é uma campanha promocional desenhada para mostrar todas as emoções que são sinónimo do torneio. Para participarem no passatempo "Gone Europa" os adeptos precisam apenas de adivinhar que jogador da presente edição da UEFA Europa League está por detrás de um emoji.

Villas-Boas afirmou: "Ganhar a UEFA Europa League em 2011 foi uma das melhores experiências que eu tive na minha carreira como treinador. Ganhar um troféu de uma grande competição europeia é uma grande honra e essa noite em Dublin terá para sempre um lugar especial no meu coração.

Resumo da final de 2011: Falcao inspira Porto
Resumo da final de 2011: Falcao inspira Porto

"Esta competição é sempre entusiasmante, desde o momento em que se dá início às eliminatórias, qualquer equipa pode ter a ambição de levantar o troféu em maio. Mal posso esperar para regressar 'ao ativo' para orientar a 'Gone Europa' em Sevilha, naquela que será mais uma grande final da Europa League."

Habituado a consciencializar as pessoas sobre várias causas próximas ao seu coração, Villas-Boas doará a verba que vai receber pela sua aparição a uma instituição de caridade, a "Race for Good". Fundada em 2018, a "Race For Good" apoia várias organizações sem fins lucrativos, entre elas a APPACDM do Porto, que assiste crianças e adultos com atrasos no desenvolvimento e deficiências intelectuais; a "Ace Africa", uma organização premiada no Quénia e na Tanzânia que trabalha com crianças e famílias vulneráveis para reduzir a pobreza, a insegurança alimentar, a violência sexual e a falta de acesso à educação; e a "Laureus Sport For Good Foundation", que apoia mais de 200 programas em mais de 40 países que usam o poder do desporto para transformar vidas.

Participe na competição 'Gone Europa'