O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Segunda mão dos oitavos-de-final da Europa League: Braga entre os apurados, FC Porto fica pelo caminho

Empates em França ditaram sortes diferentes para as duas equipas portuguesas, numa noite em ficaram definidos os oito apurados para os quartos-de-final.

Assista a todos os tentos que determinaram as equipas apuradas para os quartos-de-final da Europa League 2021/22.
Segunda mão dos oitavos-de-final da Europa League: veja todos os golos

Sporting de Braga e FC Porto empataram a um golo nos terrenos de Mónaco e Lyon, mas se o empate valeu o apuramento aos minhotos, dito a eliminação dos "dragões". Noutros campos, o Sevilha, seis vezes vencedor da Taça UEFA/UEFA Europa League, viu-se afastado o prolongamento, tal como o vizinho Bétis, mas outra equipa espanhola, o Barcelona, seguiu em frente.

Prognósticos: Como correram os seus palpites?

Apurados para os quartos-de-final

Atalanta (ITA)
Barcelona (ESP)
Eintracht Frankfurt (GER)
Leipzig (GER)
Braga (POR)
Lyon (FRA)
Rangers (SCO)
West Ham (ENG)

Estrela Vermelha 2-1 Rangers (total: 2-4)

O Rangers chegou aos quartos-de-final de uma competição europeia pela primeira vez em 14 anos, apesar da derrota no terreno do Estrela Vermelha. A equipa da casa precisava de dar a volta ao 3-0 da primeira mão dos oitavos-de-final e adiantou-se por Mirko Ivanić.

O guarda-redes dos escoceses, Allan McGregor, tinha feito uma excelente exibição em Glasgow e voltou a fazer o mesmo em Belgrado, negando qualquer hipótese de recuperação aos anfitriões antes de Ryan Kent empatar num remate que desviou em Aleksandar Dragović. Ben Nabouhane, de penálti, fixou o resultado à beira do fim.

Facto estatístico: O Rangers tinha marcado o primeiro golo nos últimos cinco jogos da Europa League até este jogo e James Tavernier fora o autor deles nas derradeiras três partidas.

Mónaco 1-2 Braga (total: 1-3)

O Braga passou aos quartos-de-final pela terceira vez na sua história e primeira desde 2016 após uma noite tranquila no Stade Louis II. Entrando no Mónaco com uma vantagem de 2-0, a equipa portuguesa esteve sempre confortável no jogo e ainda mais ficou quando Abel Ruiz repetiu o que fizera na primeira mão e inaugurou a contenda num remate de longe que desviou em Nübel aos 20 minutos.

Matheus, guarda-redes do Braga, foi negando todas as investidas dos franceses até perto do fim, altura em que Axel Disasi fez o empate, de cabeça, insuficiente para impedir a equipa de Carlos Carvalha de garantir um lugar no sorteio desta sexta-feira.

Facto estatístico: O Braga pôs fim a uma série de seis derrotas seguidas fora de casa na fase a eliminar da Europa League.

Leverkusen 0-1 Atalanta (total: 2-4)

O golo tardio de Jeremie Boga coroou um desempenho defensivo seguro em Leverkusen e ajudou a Atalanta a chegar aos quartos-de-final. O lance parecia que não ia dar em nada quando o suplente recebeu a bola no seu meio-campo, já nos descontos, mas ao passar Jonathan Tah entrou dentro da e finalizou com êxito ao ângulo mais distante.

O guarda-redes visitante, Juan Musso, fez duas defesas importantes para negar Moussa Diaby quando o internacional francês lhe apareceu pela frente e a equipa italiana conseguiu depois manter a liderança do encontro e da eliminatória.

Facto estatístico: A Atalanta está nos quartos-de-final de uma competição europeia pela segunda vez em três época.

Galatasaray 1-1 Barcelona (total: 1-2)

Os Blaugrana deram a volta ao resultado e garantiram de forma merecida um lugar nos quartos-de-final. O Galatasaray, comandado pelo antigo adjunto do Barcelona, Domènec Torrent, adiantou-se na eliminatória quando Marcão marcou de cabeça após canto de Alexandru Cicaldau, aos 29 minutos.

O ponto de viragem aconteceu oito minutos depois, quando Pedri passou por dois jogadores dos turcos antes de fazer o empate, e os homens de Xavi Hernández nunca mais perderam o controlo da partida. O golo da vitória chegou no início da segunda parte, de nada servindo a bela defesa dupla de Iñaki Peña em vão, pois Frenkie de Jong conseguiu tocar de cabeça para Pierre-Emerick Aubameyang facturar.

Facto estatístico: O Galatasaray não vence há oito jogos na fase a eliminar da Europa League (E4 D4).

O que se segue?

Os vencedores das eliminatórias garantem um lugar no sorteio dos quartos-de-final, na sexta-feira, 18 de Março. Haverá também sorteios para as meias-finais e, para efeitos administrativos, e para a final, agendada para o Estádio Ramón Sánchez-Pizjuán, em Sevilha, a 18 de Maio..

Lyon 1-1 Porto (total: 1-2)

O Lyon está nos quartos-de-final da UEFA Europa League pela terceira vez, depois de segurar o apuramento num cativante embate com o FC Porto. A turma francesa ampliou a vantagem na eliminatória à passagem dos 13 minutos, quando Moussa Dembélé fugiu à defesa contrária para abrir o activo.

Os "dragões" ainda igualaram o marcador, por intermédio de Pepê, com um fantástico remate de primeira à meia-volta, naquele que foi o seu primeiro jogo europeu, mas na segunda parte o resultado não sofreu mais alterações. Isto apesar de Vitinha, nos instantes finais, ter tido tudo para marcar e forçar o prolongamento, mas a bola fugiu-lhe e terminou nas mãos de Anthony Lopes.

Facto estatístico: O Lyon só não marcou num dos seus últimos 27 jogos na Europa League.

West Ham 2-0 Sevilha (total: 2-1)

Um golo de Andriy Yarmalenko no prolongamento permitiu ao West Ham dar a volta à desvantagem trazida da primeira mão e tornar-se na primeira equipa inglesa a vencer o Sevilla na Europa League. Antes, na primeira parte, um cabeceamento certeiro de Tomáš Souček tinha igualado a eliminatória, na sequência de um excelente cruzamento de Michail Antonio.

No prolongamento, a equipa de David Moyes foi sempre a mais perigosa e acabou por ser recompensada mesmo ao cair do pano, no minuto 122, quando Yassine Bounou defendeu um primeiro remate de Pablo Fornals, mas Yarmalenko surgiu para marcar na recarga e ditar o apuramento dos "hammers".

Facto estatístico: O West Ham apurou-se em cinco das seis eliminatórias europeias em que perdeu fora na primeira mão.

Eintracht Frankfurt 1-1 Real Betis (total: 3-2)

O Eintracht Frankfurt garantiu um lugar nos quartos-de-final da prova pela segunda vez em quatro temporadas depois de derrotar o Bétis nos segundos finais do prolongamento. Com uma vantagem de 2-1 traziada do jogo da primeira mão, em Sevilha, os anfitriões pareceram confortáveis na primeira parte, com Ansgar Knauff e Filip Kostić a acertarem mesmo na trave.

Só que Borja Iglesias, em cima do minuto 90, marcou para o Bétis após cruzamento de Nabil Fekir e levou a decisão para o tempo extra. Aí, quando já todos contavam com o desempate por penáltis, um livre de Kostić só parou no fundo da baliza de Guido Rodríguez, guarda-redes do Betis, e a equipa da casa fez a festa..

Facto estatístico: O Betis nunca passou dos oitavos-de-final nas nove ocasiões em que disputou a Taça UEFA/Liga Europa

Regra dos golos fora abolida

Houve uma mudança de regulamento para 2021/22: as eliminatórias igualadas após a segunda mão são decididas com recurso a um prolongamento e, se necessário, a um desempate por penáltis, independentemente do número de golos marcados fora de casa.