O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Análise ao Jogo Swissquote: Real Sociedad 1-3 Leipzig

Os Observadores Técnicos da UEFA analisam a vitória do Leipzig na segunda mão dos oitavos-de-final da UEFA Europa League, em casa da Real Sociedad.

 Emil Forsberg comemora após o terceiro golo do Leipzig
Emil Forsberg comemora após o terceiro golo do Leipzig DeFodi Images via Getty Images

Depois de sair da UEFA Champions League com sete pontos, num grupo que incluiu Manchester City e Paris Saint-Germain, o Leipzig tem um novo desafio na UEFA Europa League.

A forma como os alemães superaram a Real Sociedad em San Sebastian na noite de quinta-feira, na segunda mão do "play-off", é um bom presságio para as suas ambições a longo prazo. O painel de observadores técnicos da UEFA avalia a pressão que causou tantos problemas à Real Sociedad, com o Leipzig a somar uma vitória por 3-1 e um resultado total de 5-3.

Como aconteceu: Real Sociedad 1-3 Leipzig

Golos

Resumo: Real Sociedad 1-3 Leipzig

0-1: Willi Orbán (39)
O passe de Adrien Silva libertou Christopher Nkunku, que foi derrubado pelo guarda-redes Mat Ryan. Ryan voou para a direita para defender o remate de Silva, mas a bola acabaria por sobrar para o defesa Orbán, que aproveitou a recarga para marcar o seu primeiro golo na Europa League.

0-2: André Silva (59)
Enquanto o Real procurava circular a bola no meio campo, o Leipzig a recuperou e avançou rapidamente; Mohamed Simakan progrediu no terreno antes de servir André Silva. O avançado português entrou na área pela direita e disparou um remate forte, com a bola a entrar na parte superior da baliza, numa finalização soberba.

1-2: Martin Zubimendi (67)
Um livre de Adnan Januzaj no lado direito originou o golo quedeu novo alento aos anfitriões. Igor Zubeldia e Joško Gvardiol saltaram para disputar a bola e Mikel Oyarzabal ultrapassou Emil Forsberg com sucesso, fazendo a bola chegar a Zubimendi, que evitou o guarda-redes e finalizou com classe.

1-3: Emil Forsberg (89, penálti)
Tal como na primeira mão, Forsberg concluiu de grande penalidade. Após Aritz Elustondo jogar a bola com a mão para impedir o avanço de Nkunku dentro da área, Ryan mergulhou para a direita novamente, mas o remate de Forsberg foi muito preciso.

Formações tácticas

Real Sociedad

A equipa espanhola apresentou uma formação em 5-4-1
A equipa espanhola apresentou uma formação em 5-4-1

O sistema dos anfitriões assentou num 5-4-1. Os três defesas concentraram-se nas suas tarefas defensivas, enquanto nenhum dos laterais, Joseba Zaldúa (2) e Aihen Muñoz (12), ofereceu muita penetração no meio-campo adversário. Defenderam num bloco baixo e compacto – e, com a bola, procuraram fazer um jogo controlado. Isso pode ter sido em parte uma resposta à pressão exercida pelos visitantes no início do jogo. A Real Sociedad tentou pressionar o alto mas acabou em apuros com Forsberg perto de marcar após um disparo de Ryan (ver o vídeo acima).

O observador técnico da UEFA destacou os esforços de Zubimendi, médio da equipa da casa, que desempenhou um papel significativo como motor da equipa, organizando o bloco defensivo e igualando o homólogo do Leipzig, Kevin Kampl, com mais recuperações (nove) no jogo.

Leipzig

O Leipzig apresentou-se em 3-4-1-2
O Leipzig apresentou-se em 3-4-1-2

A equipa da Bundesliga alinhou numa formação de 3-4-1-2 e, ao contrário da Real, os seus defesas desempenharam um papel ofensivo. O médio titular, Kampl (44), teve um papel crucial no controlo do jogo do Leipzig, enquanto Konrad Laimer (27) trabalhou muito ao seu lado, tanto na defesa quanto no ataque, procurando progredir com os laterais Lukas Klostermann (16) e Benjamin Henrichs (39) sempre que possível.

De volta ao seu país de origem, o internacional espanhol Dani Olmo (25) também captou a atenção do observador da UEFA no papel de criativo, atrás dos dois elementos mais ofensivos, com estatísticas incluindo um passe, dois passes de rotura e seis cruzamentos.

Destaques

O Leipzig controlou a partida desde o início com a sua pressão alta, uma característica fundamental da sua abordagem táctica. Os comandados de Domenico Tedesco procuraram ter a posse de bola e apostar em transições rápidas – que deram origem ao seu segundo golo pouco antes da hora de jogo. Como disse o defesa do Leipzig, Orbán: "Após o intervalo, a Real teve que vir e pressionar mais alto e isso deu-nos mais espaços."

André Silva foi um dos marcadores
André Silva foi um dos marcadoresGetty Images

Além disso, a pressão do Leipzig na frente significava que a Real Sociedad lutava para construir no sector recuado e recorreu ao passe longo. Não foram apenas os três atacantes do Leipzig que pressionaram alto, assim como os laterais nos flancos. De fato, o segundo clipe no vídeo acima destaca as dificuldades que os defesas da casa enfrentaram ao jogar diante de sete jogadores do Leipzig forçados a jogar no meio-campo adversário.

O Leipzig terminou a noite com mais remates à baliza (oito) do que qualquer outra equipa na segunda mão do "play-off" de quinta-feira – e perdeu apenas para o Barcelona a maior percentagem de passes completos na metade adversária (87,3%). O golo de Zubimendi pode ter levado a equipa da casa a explorar mais o último terço, mas o Leipzig acabou por limitar a Real Sociedad a três remates à baliza. Em última análise, os alemães foram fortes em todos os aspectos - incluindo a sua mentalidade, dada a abordagem positiva que levaram ao norte de Espanha, após um empate em casa 2-2 na semana anterior.

Declarações dos treinadores

Imanol Alguacil, treinador do Real Sociedad
"As equipas alemãs são as melhores nas transições. Se lhes dermos espaço eles aproveitam imediatamente. Jogar com cinco defesas não significa que seja um sistema conservador – tentámos pressionar."

Domenico Tedesco, treinador do Leipzig
"Depois do 2-2 na primeira mão, não ia ser fácil aqui com este ambiente. Os adeptos tentaram sempre ajudar a Real Sociedad. Estou orgulhoso da equipa por suportar essa pressão. Permanecemos pacientes e penso que nos tornámos um pouco mais maduros."

Descarregue a Europa app!