O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

UEFA oferece 30.000 bilhetes aos adeptos das equipas participantes nas finais das competições de clubes deste ano

Os finalistas da UEFA Europa League desta temporada vão receber 4000 bilhetes gratuitos para os seus adeptos.

Getty Images

O Presidente da UEFA, Aleksander Čeferin, anunciou hoje que os adeptos das equipas participantes nas finais das competições de clubes deste ano irão receber um número substancial de bilhetes gratuitos, como recompensa pelo seu apoio ao futebol europeu durante a crise causada pela COVID-19.

Os adeptos dos clubes finalistas receberão bilhetes gratuitos da seguinte forma:

UEFA Champions League: 10.000 bilhetes gratuitos (5000 bilhetes por clube)
UEFA Europa League: 8000 bilhetes gratuitos (4000 bilhetes por clube)
UEFA Europa Conference League: 6000 bilhetes gratuitos (3000 bilhetes por clube)
UEFA Women’s Champions League: 6000 bilhetes gratuitos (3000 bilhetes por clube)

Cada um dos clubes poderá utilizar estes bilhetes para recompensar os seus adeptos mais leais (ou seja, titulares de bilhetes de época mais antigos, aqueles que assistiram à maioria dos jogos fora de casa, etc...), sendo que os mesmos não podem ser entregues a patrocinadores, parceiros ou funcionários dos clubes.

Além disso, a UEFA decidiu ainda manter o preço dos bilhetes da categoria 4 (70€) e da categoria 3 (180€) para as próximas três finais masculinas da UEFA Champions League em 2022, 2023 e 2024, mantendo-se em linha com os preços praticados desde 2020.

A UEFA está plenamente consciente da actual situação inflaccionária e, em particular, dos bilhetes para eventos desportivos que registaram aumentos de preço significativos nos últimos anos. Ao decidir limitar esses preços por pelo menos três temporadas para esses jogos de prestígio, a UEFA deseja enviar um forte sinal aos adeptos e garantir que o futebol seja acessível a todos

A UEFA irá suportar todos os custos relacionados com esta iniciativa única e não afectará a distribuição financeira aos clubes, que receberão todos os valores devidos.

Comentando esta iniciativa, o Presidente da UEFA, Aleksander Čeferin, disse:"Os adeptos de futebol são a alma do jogo e pensamos que seria uma boa maneira de reconhecer as dificuldades que eles viveram nos últimos dois anos, tendo, ainda assim, apoiado as suas equipas e vivendo a sua paixão mesmo longe dos estádios.

"Os adeptos desempenham um papel fundamental no desenvolvimento do futebol e devemos garantir que os mais leais possam assistir a momentos históricos das suas equipas a preços acessíveis."