O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Dani Parejo pronto para fazer história com o Villarreal

"É um prémio para a minha carreira", diz Dani Parejo sobre a final da Europa League no culminar de uma primeira época memorável no Villarreal.

Dani Parejo ultrapassou a marca de 50 jogos em 2020/21
Dani Parejo ultrapassou a marca de 50 jogos em 2020/21 Getty Images

Muita gente ficou desconfiada quando Dani Parejo, há muito ligado ao Valência, resolveu fazer uma curta viagem e mudar-se para o Villarreal, no Verão passado, a custo zero. Apenas 12 meses antes, o médio espanhol tinha conquistado a Taça de Espanha, o único título como sénior numa longa carreira que começou no Real Madrid e incluiu uma época em Inglaterra ao serviço do Queens Park Rangers.

O internacional de Espanha, de 32 anos, está agora à beira de ganhar um segundo troféu e falou ao UEFA.com, numa altura em que o Villarreal se prepara para defrontar o Manchester United na final da UEFA Europa League.

"Emery é um vencedor nato"

Decidi vir para o Villarreal porque está a fazer as coisas bem e é um clube sério e estável. Fazem de tudo para garantir que os jogadores tenham o melhor desempenho possível. E trouxeram o Unai Emery, um vencedor nato.

Caminho até à final: Todos os golos do Villarreal
Caminho até à final: Todos os golos do Villarreal

Ele venceu a Europa League [três vezes] com o Sevilha e chegou à final com o Arsenal. É uma competição muito cara para ele e que ele adora. Desde o primeiro momento deixou claro que precisávamos dar ir passo a passo, que é muito difícil chegar a uma final; e ainda mais difícil vencê-la. Mas ele deu a cada passo a atenção e a importância que era preciso.

"Jogámos muito bem com o Arsenal"

Quando chegámos às meias-finais calhou-nos o Arsenal, um dos favoritos da competição. Sabíamos que ia ser difícil. Jogámos muito bem, especialmente na primeira mão em casa. Vencemos por 2-1, mas poderíamos ter ficado com mais espaço para respirar. Um golo apenas na segunda mão teria sido suficiente para levá-los à final, mas aguentámos. Tivemos oportunidades, mas também era importante não sofrer golos. Sabíamos que isso seria o suficiente.

Resumo: Villarreal 2-1 Arsenal (2 mins)
Resumo: Villarreal 2-1 Arsenal (2 mins)

"A final é uma espécie de prémio"

Tive o azar de perder várias semifinais: uma [pelo Valência contra o Sevilha de Emery em 2014] foi particularmente cruel. Mas, passados uns anos, o futebol oferece uma oportunidade de desforra. Graças à minha perseverança e empenho, vou jogar uma final da Europa League e poucas pessoas podem dizer o mesmo. Vejo esta final como uma espécie de prémio para minha carreira, por ser persistente.

"O United é favorito"

Agora vamos enfrentar uma equipa que, na minha opinião, é favorita ao título desde que saiu da Champions League. O Manchester United é uma grande equipa, principalmente no ataque. Tem jogadores de topo: Edinson Cavani, Marcus Rashford, Bruno Fernandes, Paul Pogba. Mas vamos encarar este jogo como faríamos para qualquer outro, jogando como temos feito até agora: como uma equipa.

Caminho até final: Todos os golos do United
Caminho até final: Todos os golos do United

"Ganhar o troféu seria incrível"

Jogar na Europa a este nível e chegar à final sem derrotas não é fácil. Ainda assim, nós fizemos isso. Vencer mais um jogo e ganhar o troféu seria incrível. É um troféu que o clube merece, porque uma cidade com 50.000 habitantes que alcançou o que o Villarreal alcançou merece muito crédito.