O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Manchester United - Roma: retrospectiva da UEFA Europa League, guia de forma e confrontos anteriores

O Manchester United vai medir forças com a Roma nas meias-finais, que tenta tornar-se na segunda finalista italiana em duas épocas consecutivas.

Cristiano Ronaldo comemora após marcar na goleada do Manchester United à Roma, por 7-1, em 2007
Cristiano Ronaldo comemora após marcar na goleada do Manchester United à Roma, por 7-1, em 2007 Manchester United via Getty Images

O Manchester United, que se apurou para as meias-finais da UEFA Europa League pela segunda vez consecutiva, vai medir forças com a Roma, que tenta tornar-se na segunda finalista italiana em duas épocas consecutivas.

• A equipa de Ole Gunnar Solskjær participou na UEFA Champions League durante o Outono, tendo sido derrotada nos dois últimos jogos do Grupo H, deixando-a no terceiro lugar, com nove pontos, atrás do Paris Saint-Germain e do RB Leipzig. Posteriormente, os ingleses passaram por três eliminatórias na UEFA Europa League, deixando para trás dois clubes espanhóis, Real Sociedad (4-0 f, 0-0 c) e Granada (2-0 f, 2-0 c). Nos oitavos-de-final, sofreram para ultrapassar o gigante italiano AC Milan (1-1 c, 1-0 f).

• A Roma iniciou a sua campanha europeia na fase de grupos da UEFA Europa League, ao somar 13 pontos na liderança do Grupo A, três à frente do Young Boys. Depois, deixou para trás dois dos ex-clubes do treinador Paulo Fonseca, Braga (3-0 f, 3-1 c) e Shakhtar Donetsk (3-0 c, 2-1 f), antes de ultrapassar o líder da liga dos Países Baixos, o Ajax, nos quartos-de-final (2-1 f, 1-1 c).

Confrontos anteriores
• United e Roma já se encontraram três vezes nas competições da UEFA, tendo os seis encontros, todos na UEFA Champions League, decorrido num período de 12 meses, de Abril de 2007 a Abril de 2008.

• O primeiro confronto foi nos quartos-de-final de 2006/07, com a Roma a vencer a primeira mão, por 2-1, no Stadio Olimpico, antes de sofrer a que continua a ser a sua derrota europeia mais pesada na segunda mão, com o actual treinador-adjunto do United, Michael Carrick, a bisar, com a equipa de Sir Alex Ferguson a derrotar o conjunto de Luciano Spalletti por 7-1 em Old Trafford.

• Na época seguinte, as equipas mediram forças mais duas vezes, primeiro na fase de grupos, com o United a vencer por 1-0 em casa e a empatar 1-1 fora, e depois nos quartos-de-final, onde os pupilos de Ferguson levaram a melhor sobre a turma de Spalletti, já que o conjunto inglês venceu a primeira mão, por 2-0, em Roma, antes de carimbar o apuramento com outra vitória por 1-0, em Manchester. O United venceria o troféu pela terceira vez, derrotando o Chelsea nos penáltis, na final de Moscovo.

• O registo geral do United em casa frente a visitantes italianos é de V13 E3 D3, um dos empates ocorridos no encontro mais recente, 1-1 frente ao Milan, nos oitavos-de-final desta época, naquele que foi o primeiro encontro do United na UEFA Europa League frente a um clube da Serie A.

• O United venceu as últimas quatro eliminatórias a duas mãos frente a adversários italianos, elevando o seu recorde de sempre para V7 D6. Os Red Devils também perderam a Supertaça Europeia de 1999, diante da Lázio (0-1).

• Este é o primeiro encontro da Roma com adversários ingleses desde que perdeu com o Liverpool, nas meias-finais da UEFA Champions League 2017/18, em jogos com muitos golos (2-5 c, 4-2 f). Essa derrota foi a sétima consecutiva em encontros a duas mãos frente a clubes ingleses, após vitórias nas três primeiras.

• A Roma venceu apenas um dos 17 jogos nas provas da UEFA em Inglaterra, tendo perdido dez, incluindo os três em Old Trafford. Mesmo a vitória solitária, por 1-0, em Liverpool, na quarta eliminatória da Taça UEFA de 2000/01, acabaria por ser em vão, uma vez que perderia em casa por 0-2.

Guia de forma
Manchester United
• O United, vencedor da UEFA Europa League em 2016/17, terminou em terceiro na Premier League na época passada, altura em que também perdeu três meias-finais - Taça da Liga Inglesa, Taça de Inglaterra e UEFA Europa League. A sua posição no campeonato permitiu-lhe competir na fase de grupos da UEFA Champions League pela 23ª vez.

• A equipa orientada por Solskjær começou bem no Grupo H, derrotando o Paris por 2-1 fora e o Leipzig por 5-0 em casa, mas perdeu três dos últimos quatro jogos - 1-2 no terreno do İstanbul Başakşehir, 1-3 em casa diante do Paris e 2-3 frente ao Leipzig - tendo caído para o terceiro lugar.

• O clube de Manchester já disputou duas meias-finais da UEFA Europa League, tendo vencido a primeira delas, em 2016/17, frente ao Celta de Vigo (1-0 f, 1-1 c), com Marcus Rashford a apontar o golo da vitória em Espanha. No entanto, perdeu na última temporada contra outro clube da La Liga, o Sevilha, que os derrotou por 2 -1 num confronto único em campo neutro, na cidade de Colónia.

• O United está invicto nos últimos 17 jogos em casa na UEFA Europa League (V13 E4), tendo ganho cinco consecutivos antes dos empates desta Primavera frente à Real Sociedad e ao Milan. Não sofreu mais do que um golo em nenhum dos 17 jogos em casa na UEFA Europa League desde a derrota por 2-3 com o Athletic Club nos oitavos-de-final de 2011/12, não tendo sofrido golos em seis dos últimos oito jogos.

Roma
• A Roma terminou em quinto lugar na Serie A na época passada e apurou-se para a fase de grupos da UEFA Europa League pela segunda época consecutiva e pela quarta vez no total. Tal como o United, a equipa de Paulo Fonseca foi eliminada da competição na época passada pelo futuro vencedor Sevilha, tendo perdido por 2-0 em terreno neutro (Duisburgo) nos oitavos-de-final, o mais longe que o clube alcançou na UEFA Europa League até esta época - embora tenha sido vice-campeão da Taça UEFA em 1990/91.

• Os triunfos do clube romano na fase a eliminar frente ao Braga e ao Shakhtar foram seguidos de uma vitória sobre o Ajax, que o colocou pela primeira vez nas meias-finais da UEFA Europa League. Passaram-se 30 anos desde a última vez que a Roma alcançou as meias-finais desta competição, no antigo figurino da Taça UEFA, quando derrotou o Brøndby (0-0 f, 2-1 c) antes de perder os dois jogos da final, frente aos rivais italianos do Inter.

• O registo geral fora de casa nas eliminatórias da UEFA Europa League é de V5 E2 D2, com três vitórias em três esta temporada, embora a de Braga tenha terminado uma sequência de sete jogos sem triunfos fora de Roma em eliminatórias das provas europeias (E1 D6).

Ligações e curiosidades

• Jogaram juntos:
Amad Diallo e Roger Ibañez (Atalanta 2019/20)
Victor Lindelöf e Bryan Cristante (Benfica 2014–16)
Eric Bailly e Pau López (Espanyol 2014/15)
Nemanja Matić e Pedro Rodríguez (Chelsea 2015–17)

• Borja Mayoral, da Roma, é o melhor marcador da UEFA Europa League esta época, com sete golos - o mesmo número de Pizzi e Yusuf Yazıcı, dos já eliminados Benfica e LOSC Lille, respectivamente.

• O United é o único clube nas meias-finais desta época a já ter vencido a UEFA Europa League/Taça UEFA. Os ingleses também são os únicos entre os quatro participantes nas meias-finais que já venceram a UEFA Champions League/Taça dos Campeões Europeus.

• O United é apenas o quarto clube a disputar as meias-finais da UEFA Europa League em épocas consecutivas, depois de Benfica, Sevilha (três consecutivas) e Arsenal.