O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Antevisão: primeira mão dos oitavos-de-final da Europa League

O Manchester United-Milan e o reencontro de Paulo Fonseca com o Shakhtar, do compatriota português Luís Castro, centram a atenção, mas há muito mais para seguir.

UEFA.com

Quinta-feira, 11 de Março, 17h55 GMT
Ajax - Young Boys
Dínamo Kiev - Villarreal
Manchester United - Milan
Slavia Praga - Rangers

Quinta-feira, 11 de Março, 20h00 GMT
Roma - Shakhtar
Olympiacos - Arsenal
Tottenham - Dínamo Zagreb
Granada - Molde

Jogo da semana: Manchester United - Milan

Um confronto entre pesos pesados da Europa. Os dois clubes defrontaram-se em dez ocasiões ao longo dos anos, tendo cada um ganho cinco vezes, mas os ingleses golearam por 4-0 no encontro mais recente entre ambos, em 2010. O United está animado pela concludente vitória do United no terreno da Real Sociedad na eliminatória anterior.

Veja todos os golos de Bruno Fernandes na Europa League
Veja todos os golos de Bruno Fernandes na Europa League

Mas o Milan continua a manter o vizinho Inter sob pressão no topo da Serie A e possui informação privilegiada sobre o adversário em Zlatan Ibrahimović (lesionado, mas antigo jogador do United) e em Diogo Dalot (emprestado pelo emblema de Old Trafford). Só que os "red devils" têm Bruno Fernandes, um jogador cuja forma incrível (participação em 26 golos na competição em outros tantos jogos) é sublinhada pelo seu indiscutível lugar cimeiro no ranking FedEx Performance Zone.

Duelo inédito entre técnicos lusos

Depois de ter afastado o Braga na ronda anterior, Paulo Fonseca volta a reencontrar ao comando da Roma uma equipa que já treinou. Agora é o Shakhtar, que, do outro lado do banco, tem o compatriota Luís Castro, precisamente o homem que sucedeu a Fonseca no cargo, num duelo inédito que promete entre os dois técnicos portugueses.

Paulo Fonseca viveu três época de sucesso no Shakhtar, de onde saiu para a Roma em 2019
Paulo Fonseca viveu três época de sucesso no Shakhtar, de onde saiu para a Roma em 2019Getty Images

Fonseca viveu três temporadas de sucesso no clube da Ucrânia, entre 2016 e 2019, período em que conquistou três campeonatos e três taças, mas Castro também foi campeão na época de estreia e levou o Shakhtar – vencedor da prova em 2009 – às meias-finais da última edição da UEFA Europa League. Quem vai ganhar vantagem em Roma?

Tomba-gigantes em confronto

O treinador do United, Ole Gunnar Solskjær, estava decidido a reencontrar o Molde, seu antigo clube, mas se tal não sucedeu pode ainda vir a acontecer. No papel, a equipa norueguesa tem o ranking mais baixo de todos os clubes ainda em prova e defronta agora o Granada, adversário que está a uma posição acima. Ambos os emblemas eliminaram nomes grandes nos 16 avos-de-final, respectivamente o Hoffenheim e o Nápoles, mas como irão os estreantes espanhóis, onde jogam os portugueses Rui Silva e Domingos Duarte, lidar com o facto de serem agora favoritos?

Aubameyang à procura da redenção

Pierre-Emerick Aubameyang estará debaixo dos holofotes quando o Arsenal viajar até ao terreno do Olympiacos. Há 12 meses, quando o confronto entre as duas equipas nos 16 avos-de-final foi para prolongamento, o avançado do Gana colocou os Gunners na frente. Seguiu-se a igualdade para a equipa de Pedro Martins e uma reviravolta na história: o falhanço de Aubameyang nos últimos instantes selou o destino dos ingleses, afastados devido ao desempate por golos marcados fora. De herói a vilão em poucos minutos.

Veja o golo da vitória do Olympiacos sobre o Arsenal em 2020
Veja o golo da vitória do Olympiacos sobre o Arsenal em 2020

"Pegue num erro do passado e transforme-o em força", disse Aubameyang após o seu golo frente ao Benfica, apontado perto do fim, ter ajudado decisivamente o Arsenal a ultrapassar os 16 avos-de-final. Os "gunners" somam agora dez jogos fora sem perder na UEFA Europa League e sabem que, caso consigam estender a série no Pireu, irão igualar o recorde da competição, além de levarem uma boa vantagem para o encontro do norte de Londres e a redenção para Aubameyang.

Outros destaques

Veja os melhores golos dos 16 avos-de-final
Veja os melhores golos dos 16 avos-de-final
  • Houve 102 golos na primeira ronda da fase a eliminar, número que bateu o recorde anterior de 95, estabelecido em 2009/10 para uma eliminatória da UEFA Europa League. Será que os golos vão continuar a fluir?
  • Além de Fonseca, Castro e Martins, há outro treinador português ainda em competição - os lusos são 1/4 da nacionalidade dos técnicos presentes. Trata-se nada mais, nada menos, de José Mourinho - duas vezes vencedor da Europa League e com a ambição de ganhar a terceira, agora pelo Tottenham.
  • O Ajax recebe o Young Boys em Amesterdão numa série de nove vitórias consecutivas em casa na UEFA Europa League; está apenas a duas do recorde do Sevilha estabelecido entre 2014 e 2016.
  • A sorte não favoreceu as equipas dos principais goleadores, pois dos 14 jogadores do topo da tabela, liderada por Pizzi e Yusuf Yazıcı, apenas três continuam em prova: Carlos Vinícius (Tottenham), Paco Alcácer (Villarreal) e Borja Mayoral (Roma).

Saiba aqui as últimas sobre jogos, classificações e estatísticas.