O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Braga vs Leicester: retrospectiva do jogo da UEFA Europa League, guia de forma, encontros anteriores

O Braga vai querer juntar-se ao Leicester City no topo do Grupo G da UEFA Europa League, depois de ter sofrido uma pesada derrota na terceira jornada ante os estreantes.

Kelechi Iheanacho festeja um dos golos ao Braga
Kelechi Iheanacho festeja um dos golos ao Braga Visionhauis

O Braga ambiciona juntar-se ao Leicester City no topo do Grupo G da UEFA Europa League, depois de ter sofrido uma pesada derrota na terceira jornada ante os estreantes da competição, que estão muito perto da fase a eliminar.

• O Leicester disputa pela primeira vez a UEFA Europa League e, depois de uma vitória em casa por 3-0 sobre o Zorya Luhansk, venceu fora o AEK Atenas, por 2-1, a que se seguiu um triunfo retumbante por 4-0 em casa ante o Braga, encontro em que Kelechi Iheanacho marcou duas vezes, com os tentos de Dennis Praet e James Maddison a culminarem a maior vitória europeia do clube.

• Com a pontuação máxima até agora, o Leicester tem mais três pontos que o Braga e mais seis que o terceiro classificado, o AEK Atenas.

Encontros anteriores

Resumo: Leicester 4-0 Braga
Resumo: Leicester 4-0 Braga

• O registo do Braga em 21 partidas contra adversários ingleses é agora de V7 E3 D11. Cinco dessas vitórias ocorreram em Portugal, quatro delas seguidas antes da derrota por 3-1 com o Manchester United, na fase de grupos da UEFA Champions League de 2012/13. Na época passada, empatou 3-3 no Estádio Municipal da cidade ante o Wolves, na quinta jornada da fase de grupos da UEFA Europa League, com André Horta, Paulinho e Fransérgio a marcarem.

• A única visita do Leicester a Portugal terminou na derrota mais pesada nas competições europeias, por 5-0, na visita ao Porto, na sexta jornada da UEFA Champions League 2016/17, partida em que Harvey Barnes se estreou pelo clube, que, por seu lado, já se encontrava apurado como vencedor do grupo.

Guia de forma

Braga
• O Braga conseguiu a 16ª qualificação europeia nos últimos 17 anos graças ao terceiro lugar na Liga portuguesa de 2019/20, época em que também venceu o grupo na UEFA Europa League, sem derrotas, à frente de Wolves, Slovan Bratislava e Beşiktaş, mas não evitou a eliminação frente ao Rangers nos oitavos-de-final (2-3 f, 0-1 c).

• Finalista vencido em 2010/11, o Braga participa pela sexta vez na fase de grupos da UEFA Europa League. Conseguiu passar à fase a eliminar em quatro das últimas cinco épocas, tendo vencido o grupo por três vezes, incluindo nas duas últimas campanhas.

• O Braga ia numa série de 13 jogos europeus sem derrota em casa e fora (V9 E4), até perder duas vezes com o Rangers, na última Primavera. A derrota em casa foi uma de apenas duas nos últimos 14 jogos europeus no Estádio Municipal (V9 E3). Na fase de grupos da UEFA Europa League, o seu registo em casa é de V10 E3 D3, sendo que o décimo triunfo surgiu na primeira jornada, quando bateu o AEK por 3-0.

Leicester
• O Leicester terminou em quinto lugar a Premier League de 2019/20 garantindo dessa forma a entrada directa na fase de grupos da UEFA Europa League, prova que disputa pela primeira vez.

• Esta é apenas a quinta presença europeia do clube. A mais bem-sucedida de todas foi a mais recente, em 2016/17, altura em que, como campeões de Inglaterra, se estrearam na UEFA Champions League, venceram o seu grupo e chegaram aos quartos-de-final - o melhor desempenho de todos os clubes ingleses na competição nessa temporada – onde foram eliminados peloAtlético de Madrid.

• A vitória do Leicester por 2-1 em Atenas, na segunda jornada, pôs fim a uma série de três derrotas consecutivas fora de casa nas competições europeias. Venceu apenas três dos dez jogos disputados fora de casa nas competições da UEFA, sendo a melhor delas uma por 3-0 no terreno do Club Brugge, na estreia na UEFA Champions League, há quatro épocas.

Ligações e curiosidades
• A próxima presença de Youri Tielemans nas competições de clubes da UEFA será a sua 50ª. O internacional belga é o jogador europeu mais experiente na equipa do Leicester.

• Ricardo Pereira, lateral-direito do Leicester, ausente desde Março devido a uma lesão ligamentar num joelho, começou a sua carreira no rival local do Braga, o Vitória SC, pelo qual ergueu a Taça de Portugal na sua temporada de estreia, em 2012/13, após marcar o golo da vitória na final frente a uma equipa do Benfica que se adiantou no marcador, por Gaitán, na derrota por 2-1.

• Ricardo mudou-se mais tarde para o Porto e conquistou o campeonato em 2017/18, antes de se transferir para o Leicester. Galeno, jogador do Braga, foi seu companheiro de equipa no Estádio do Dragão.

• Gaitán foi jogador do Atlético em 2016/17, mas permaneceu no banco como suplente não utilizado nas duas partidas dos quartos-de-final da UEFA Champions League frente ao Leicester.

• O treinador do Leicester, Brendan Rodgers, teve sucesso nas duas participações anteriores do grupo da UEFA Europa League, levando o Liverpool ao primeiro lugar, à frente de Anji, Young Boys e Udinese em 2012/13, e o Celtic a um segundo lugar, atrás do Salzburgo, mas à frente de Leipzig e Rosenborg, em 2018/19. No entanto, nas quatro vezes que disputou os 16 avos-de-final – duas com o Liverpool (contra o Zenit em 2012/13 e o Beşiktaş em 2014/15) e duas com o Celtic (ante o Zenit novamente em 2017/18 e o Valência em 2018/19) – terminou eliminado.

• Carlos Carvalhal regressou ao Braga como treinador principal em Agosto, 14 anos após a sua primeira passagem pelo comando do clube. Treinou dez outros emblemas nesse período, mas teve apenas duas participações europeias, ao levar o Sporting (2009/10) e o Beşiktaş (2011/12) aos oitavos-de-final da UEFA Europa League, antes de ser de ambas as vezes eliminado pelo Atlético, futuro vencedor da competição.

• O Leicester é um dos seis estreantes na fase de grupos da UEFA Europa League desta temporada, ao lado de CSKA Sófia (Grupo A), Granada e Omonoia (ambos E), Sivasspor (I) e Antuérpia (J). Os ingleses são os únicos que venceram os primeiros três jogos.