Final da Europa League: Lopetegui e o teste do Sevilha com o Inter

O treinador do Sevilha, Julen Lopetegui, fala ao UEFA.com sobre o desafio de defrontar o Inter, três vezes vencedor do troféu, na final de sexta-feira.

Julen Lopetegui procura levar o Sevilha à conquista do troféu
Julen Lopetegui procura levar o Sevilha à conquista do troféu UEFA via Getty Images

Julen Lopetegui atingiu a final da UEFA Europa League na época de estreia ao comando do Sevilha, mas o treinador de 53 anos não tem pressa em fazer um balanço da experiência.

O antigo guarda-redes do Barcelona, que já treinou o Porto, a selecção de Espanha e o Real Madrid, levou a sua equipa a marcar encontro com o Inter na final de sexta-feira em Colónia e destacou que os cinco triunfos do Sevilha em finais da Taça UEFA e da UEFA Europa League terão pouca influência no duelo com o Inter de Antonio Conte.

Sobre o adversário na final

Resumo: Inter 5-0 Shakhtar
Resumo: Inter 5-0 Shakhtar

O Inter está preparado para disputar a Champions League devido à qualidade extraordinária dos jogadores que possui e por também ter um treinador muito experiente, que já treinou grandes equipas. Espero um jogo de grande qualidade e que vai exigir o melhor de nós. Vamos tentar preparar-nos o melhor possível para estarmos prontos para um desafio desta importância.

Eles têm futebolistas de topo em todos os aspectos e o trabalho do treinador leva a que tenham o seu estilo de jogo enraizado nos jogadores. Isso vai obrigar-nos a estar ao nosso melhor nível em todas as vertentes para lhes podermos dar luta. Fizeram uma excelente época, perderam o “scudetto” por apenas um ponto. Na Champions League mostraram a qualidade da equipa e foram muito convincentes na caminhada até à final. Só temos de estar preparados.

Sobre o historial do Sevilha na Europa League

Os cinco triunfos do Sevilha na Europa League
Os cinco triunfos do Sevilha na Europa League

Esta é uma equipa nova – uma equipa completamente diferente e nova, com outros jogadores e um treinador diferentes. Claro que ajuda o clube já ter estado em finais anteriormente, mas tenho de reforçar que não acho que isso seja uma vantagem para ninguém. Vão defrontar-se duas equipas completamente diferentes e vamos ter pela frente um grande rival.

Não vale a pena olhar para trás, a realidade está aqui e agora. Eles são uma equipa e nós somos outra e, para ser sincero, é isso que nos vai manter focados. Estamos felizes por poder jogar uma final e lutar por um troféu, frente a uma equipa como o Inter, numa competição tão importante como a Europa League.

Sobre a sua época de estreia no Sevilha

Não tenho a certeza de como me irei recordar dela. Estamos muito focados no presente, por isso não pensamos no que iremos recordar no futuro. O tempo que temos para preparar a final é limitado. Estamos concentrados num jogo muito importante e não é hora de fazer qualquer tipo de balanço: ainda estamos na luta.