Inter 5-0 Shakhtar: Martínez e Lukaku bisam na goleada que coloca italianos na final

Lautaro Martínez e Romelu Lukaku bisaram no apuramento do Inter para a final.

Romelu Lukaku festeja depois de fechar a goleada do Inter
Romelu Lukaku festeja depois de fechar a goleada do Inter Inter via Getty Images

O Inter esteve demolidor em Düsseldorf e qualificou-se para a primeira desde 1998.

Inter - Shakhtar: como tudo aconteceu


O jogo em poucas palavras

A equipa de Antonio Conte ganhou vantagem na primeira verdadeira oportunidade de golo do encontro, com Nicolò Barella a aproveitar um mau alívio de Andriy Pyatov, a ultrapassar Mykola Matviyenko em velocidade e a cruzar para o desvio de Lautaro Martínez. A equipa de Luís Castro foi muito combativa, mas sentiu dificuldades em criar perigo. Marcos Antônio rematou por alto na única situação de perigo dos ucranianos no primeiro tempo.

Lautaro Martínez comemora depois de marcar o primeiro golo
Lautaro Martínez comemora depois de marcar o primeiro goloInter via Getty Images

Um período de apenas dois minutos, no início da segunda parte, acabou por ser decisivo. Os reflexos de Samir Handanovič impediram que um cabeceamento de Júnior Moraes desse o empate ao Shakhtar. O Inter conquistou um pontapé de canto na jogada seguinte, Marcelo Brozović colocou a bola na área e Danilo D'Ambrosio correspondeu com um cabeceamento indefensável.

O Inter estava imparável. Martínez bisou com um remate em arco da entrada da área, antes de assistir Romelu Lukaku para o 4-0. O avançado belga desmarcou-se pouco depois para apontar o 33º golo da época em todas as competições e coroar uma exibição demolidora dos “nerazzurri”

Danilo D'Ambrosio comemora depois de fazer o 2-0
Danilo D'Ambrosio comemora depois de fazer o 2-0Inter via Getty Images

Reacções

Lautaro Martínez, avançado do Inter: "Foi uma noite incrível, sonhávamos com algo assim. Provámos que o Inter está pronto para grandes feitos, estamos preparados para a final. Estou muito feliz com os golos que marquei, porque passei por um período difícil, mas estou especialmente feliz pela equipa. Estamos a crescer dia a dia, com uma mistura perfeita entre jogadores experientes e jovens”.

Davit Khocholava, defesa do Shakhtar: “Fizemos um longo trajecto na Europa, mas este jogo tirou brilho a tudo o que tínhamos feito. Não considero o resultado justo. Cometemos muitos erros e pagámos por isso”.

Romelu Lukaku marca o quarto golo do Inter
Romelu Lukaku marca o quarto golo do InterUEFA via Getty Images

Estatísticas-chave

  • O Inter vai estar pela quinta vez numa final da Taça UEFA/UEFA Europa League, registo só é superado pelo Sevilha, o adversário da final, com seis presenças.
  • O Inter marcou durante a primeira parte em nove dos últimos dez jogos europeus.
  • Romelu Lukaku marcou em dez jogos consecutivos na UEFA Europa League, a série mais longa de um jogador a marcar na história da Taça UEFA/UEFA Europa League.
  • Lautaro Martínez marcou cinco golos em seis jogos na fase de grupos da UEFA Champions League, mas estava em branco nos últimos quatro jogos europeus antes do desafio desta noite.
  • O Shakhtar só não sofreu golos num dos seus 12 desafios europeus nesta temporada.
Terminou o sonho do Shakhtar atingir a primeira final desde 2009
Terminou o sonho do Shakhtar atingir a primeira final desde 2009Getty Images

Equipas

Inter: Handanovič; Godín, De Vrij, Bastoni; D’Ambrosio (Moses 81), Barella, Brozović (Sensi 85), Gagliardini, Young (Biraghi 66); Martínez (Eriksen 81), Lukaku (Esposito 85)

Shakhtar: Pyatov; Dodô, Kryvtsov, Khocholava , Matviyenko; Marcos Antônio, Stepanenko; Marlos (Konoplyanka 75), Alan Patrick (Solomon 59), Taison; Júnior Moraes

O que se segue

O Inter vai defrontar o Sevilha na final em Colónia, na sexta-feira, dia 21 de Agosto.