O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Sevilha 2-1 Manchester United: Pentacampeão dá a volta e chega à final

Cinco vezes vencedor do troféu, o Sevilha começou cedo a perder mas conseguiu responder e vai novamente disputar o título

Luuk de Jong celebra com Sergio Reguilón após fazer o 2-1
Luuk de Jong celebra com Sergio Reguilón após fazer o 2-1 Getty Images

Suso e Luuk de Jong marcaram e o Sevilha deu a volta ao Manchester United, marcando presença na final da UEFA Europa League, na sexta-feira.

Sevilha - United: como tudo aconteceu


O jogo em poucas palavras

Os "red devils" começaram com entusiasmo, sendo mais fortes nos duelos individuais, atacando e causando problemas graças ao seu jogo directo. Foi sem surpresa que marcaram cedo, com um passe primoroso de Anthony Martial a desmarcar Marcus Rashford, que sofreu falta de Diego Carlos. Com o seu movimento característico, Bruno Fernandes converteu o penálti.

Bruno Fernandes converte o penálti
Bruno Fernandes converte o penáltiGetty Images

O Manchester United recuou e o Sevilha cresceu, chegando ao empate aos 26 minutos, quando Suso surgiu de rompante ao segundo poste e concluiu o cruzamento de Sergio Reguilón, batendo David de Gea junto ao poste. Esse golo despertou a formação inglesa, agora mais compacta, mas o brilhante Yassine Bounou evitou o golo, frustrando Martial em três ocasiões.

A 12 minutos do fim a reviravolta ficou consumada, com Jesús Navas a cruzar para o coração da área, onde surgiu o recém-entrado Luuk de Jong a encostar para o fundo das redes. O Manchester United apostou tudo no ataque nos instantes finais mas não conseguiu derrubar a muralha sevilhana. Assim, prossegue a incrível história de amor do Sevilha com esta competição.

Festa do Sevilha após o apito final
Festa do Sevilha após o apito finalUEFA via Getty Images

Reacções

Julen Lopetegui, treinador do Sevilha: "Foi um jogo difícil. Realizámos uma boa exibição, mas quando se defronta uma equipa como o United é preciso sofrer, e foi o que fizemos. Tivemos uma ajuda preciosa do nosso guarda-redes e merecemos o apuramento".

Yassine Bounou, guarda-redes do Sevilha: "Estou muito feliz. Agora vamos concentrar-nos na final. Fomos inteligentes e nos momentos complicados soubemos resistir, aproveitando os erros do adversário para marcar".

Suso, avançado do Sevilha: "O Sevilha tem uma relação especial com esta competição, e isso dá-nos muita motivação".

Ole Gunnar Solskjær, treinador do Man. United: "Quando não se aproveitam as oportunidades o mais certo é sermos castigados. Esta equipa é jovem e falta-lhe alguma consistência, que vai adquirir com o tempo. Precisamos de melhorar para subir de nível e voltar a lutar por títulos".

Bruno Fernandes, médio do Man. United: "Quando se sofre um golo, a culpa é de todos. Não se pode sofrer golo num lançamento lateral. Foram erros atrás de erros e não fomos suficientemente bons. Representamos o Manchester United e isso exige a conquista de títulos".

Estatísticas-chave

Veja as cinco vitórias do Sevilha na Europa League
Veja as cinco vitórias do Sevilha na Europa League
  • A equipa espanhola triunfou nas cinco finais da Taça UEFA/UEFA Europa League que disputou (2006, 2007, 2014, 2015, 2016).
  • O Sevilha tem um registo 100 por cento vitorioso em meias-finais da Taça UEFA/UEFA Europa League, com cinco apuramentos.
  • O Sevilha não perde há 20 jogos (V11 E9), com oito vitórias nos últimos nove jogos.
  • O Sevilha não sofre um golo na segunda parte há 12 jogos.
  • O golo de Suso foi o 125º do Sevilha na UEFA Europa League, estabelecendo um novo recorde.
  • A derrota coloca um ponto final na série de 15 jogos invicto do United na fase a eliminar da UEFA Europa League.
  • Bruno Fernandes marcou oito golos nos últimos dez jogos, com os últimos cinco a serem de penálti.
  • Esta época o United teve 22 penalties no total das competições, tendo convertido 18. Bruno Fernandes marcou oito em oito possíveis.

"Onzes" iniciais

Sevilha: Bounou; Navas, Koundé, Diego Carlos, Reguilón; Banega, Fernando, Jordán (Gudelj 87); Suso (Vázquez 75), En-Nesyri (Luuk de Jong 56), Ocampos (Munir 56)

Manchester United: De Gea; Wan-Bissaka (Fosu-Mensah 88), Lindelöf, Maguire, Williams (James 87); Fred; Greenwood (Ighalo 90+3), Bruno Fernandes, Pogba, Rashford (Mata 87); Martial

O que se segue

O vencedor deste jogo defronta Inter ou Shakhtar na final em Colónia, na sexta-feira, dia 21 de Agosto. O Manchester United (tal como o Sevilha) vai participar na fase de grupos da UEFA Champions League 2020/21.