Newcastle travado em casa

Newcastle 0-0 Marseille
O Newcastle, com Hugo Viana a titular, não conseguiu aproveitar o facto de jogar em casa.

Por Alex O'Henley, em St James' Park

Newcastle United FC e Olympique de Marseille protagonizaram um bom espectáculo na primeira mão das meias-finais da Taça UEFA, deixando tudo em aberto para o segundo jogo, no Estádio Vélodrome, daqui a duas semanas. As duas equipas tiveram várias ocasiões de golo, mas o Newcastle lamentará uma série de oportunidades falhadas, caso seja eliminado.

Lesões abrem caminho a Viana
Sir Bobby Robson, técnico do Newcastle, foi obrigado a alinhar com uma equipa de recurso, depois das lesões sofridas por Titus Bramble, Craig Bellamy, Kieron Dyer e Jermaine Jenas. Andy O'Brien entrou para a defesa, Hugo Viana alinhou no meio-campo e Shola Ameobi jogou ao lado de Alan Shearer na frente de ataque. O Marselha começou sem os influentes Ahmed Hossam 'Mido' e Steve Marlet, ex-Fulham FC, ambos a recuperar de lesões sofridas no jogo frente ao Lille OSC, no passado fim-de-semana.

Oportunidades a abrir
O Marselha foi a primeira equipa a causar perigo, logo aos cinco minutos. Um cruzamento de Camel Meriem desmarcou Didier Drogba dentro da área, mas o seu remate de pé direito saiu ao lado da baliza de Shay Given. Três minutos depois, Meriem voltou a estar em evidência ao efectuar mais um passe perigoso da esquerda, mas o corte de Jonathan Woodgate revelou-se providencial, uma vez que Drogba estava a postos para dar o melhor seguimento ao lance.

Robert fundamental
Os lances de bola parada cobrados por Laurent Robert foram fundamentais para a caminhada do Newcastle na Taça UEFA e, aos 13 minutos, o médio francês criou mais uma oportunidade para os avançados da equipa da casa. Um livre marcado com o pé esquerdo encontrou Ameobi na área, mas este, pressionado por Abdoulaye Méïté, não conseguiu acertar bem no esférico.

Ameobi falha
O jogador de 22 anos de idade poderia ter feito melhor aos 22 minutos, quando Shearer o desmarcou e o deixou frente-a-frente com Fabien Barthez. No entanto, apesar de uma boa recepção de Ameobi, o guarda-redes internacional francês demonstrou a sua experiência, ao defender para canto.

Given atento
A equipa da casa estava agora melhor no jogo e voltou a causar perigo aos 24 minutos. Shearer foi de novo o autor da assistência, desta vez para Hugo Viana, mas o remate à entrada da área do médio português acabou por não causar perigo. Um minuto depois, no outro extremo do relvado, Given foi obrigado a intervir, quando Drogba fugiu a O'Brien, mas o guarda-redes da República da Irlanda, que comemorou o 300º jogo da sua carreira, efectuou uma grande defesa.

Speed perde oportunidade flagrante
Um minuto depois do reatamento da partida, Sylvain N'Diaye entrou pela esquerda e o seu cruzamento encontrou Drogba, mas Woodgate esteve sublime no desarme ao avançado marfinense. Na outra área, Robert foi derrubado por Habib Beye, o que valeu ao senegalês o cartão amarelo. Na sequência do correspondente livre directo, Shearer viu o seu poderoso remate ser bem defendido por Barthez, mas Gary Speed poderia ter marcado na recarga, valendo ao guardião gaulês o facto da bola ter saído por cima da baliza.

Remate ao poste
O Newcastle quase que era surpreendido pelo adversário, quando Robert perdeu desnecessariamente a bola a meio-campo. Demetrius Ferriera Leite aproveitou para cruzar para Drogba e este rematou ao poste, com o esférico a sair, caprichosamente, para uma zona livre de perigo.

Bridges falha
Beye surgiu para afastar o perigo quando Ameobi, mais tarde substituído por Michael Bridges, estava na cara do golo. O Newcastle pressionou em busca de um golo nos últimos minutos e Bridges quase marcou, a cinco minutos do final, depois de um erro defensivo do Marselha, mas o remate saiu ao lado, com Barthez já batido.