Combata a COVID-19 seguindo as indicações da Organização Mundial de Saúde e os cinco passos da FIFA para travar a propagação da doença.

1. Lavar as mãos 2. Tossir para o antebraço 3. Não tocar no rosto 4. Manter a distância física 5. Ficar em casa.
Mais informação >
 

Gallas elogia carácter dos "spurs"

"Continuámos a acreditar até ao fim", disse o defesa francês William Gallas após o Tottenham eliminar de forma emocionante os compatriotas do Lyon, abatidos pela decepção do desfecho.

William Gallas (à esquerda) felicita Moussa Dembélé pelo seu golo crucial
William Gallas (à esquerda) felicita Moussa Dembélé pelo seu golo crucial ©Getty Images

Os jogadores do Tottenham Hotspur FC destacaram a alteração do esquema táctico e o carácter da equipa, após o golo tardio de Mousa Dembélé ter valido um empate a um no terreno do Olympique Lyonnais e o apuramento com um resultado total de 3-2. "Continuámos a acreditar até ao fim", disse o defesa-central William Gallas. Entretanto, o avançado do Lyon, Bafétimbi Gomis, descreveu a sua equipa como "desiludida, mas não desanimada".

William Gallas, defesa do Totenham
Marcámos no momento certo, mesmo que não tenhamos jogado muito bem. Talvez a nossa capacidade de acreditar seja o que torna os "spurs" fortes. Continuámos a acreditar até ao fim.

Mudámos para 4-4-2 e tentámos dar mais profundidade ao nosso jogo. Pressionámos mais na segunda parte, defendemos bem e conseguimos o golo de que necessitávamos.

Gylfi Sigurdsson, médio do Tottenham
Foi fantástico marcar este golo tardio, especialmente fora, por isso felicito a equipa por nunca ter perdido a esperança. No passado sofremos alguns golos tardios, mas tem sido ao contrário, e isso é algo positivo.

Na primeira parte fomos demasiado passivos. Na etapa complementar alterámos algumas coisas e resultou. Fomos mais ofensivos e isso deveu-se à mudança de estado de espírito.

Bafétimbi Gomis, avançado do Lyon
Esperávamos um melhor desfecho e estivemos muito perto de seguir em frente. Fomos castigados pelo livre nos últimos minutos da primeira mão. Realizámos uma boa primeira parte e marcámos, mas tendo em conta os jogadores talentosos do adversário, a luta foi até ao fim. A sua qualidade individual fez a diferença.

A nosso favor, podemos dizer que jogámos de igual-para-igual contra uma das melhores equipas da Premier League. Estamos desiludidos mas não desanimados, porque mais uma vez viram um Lyon cheio de vontade.

Clément Grenier, médio do Lyon
É cruel porque realizámos um bom jogo, mas infelizmente sofremos um golo nos últimos minutos. É assim o futebol. Fomos capazes de acrescentar algo mais ao jogo, mas depois relaxámos, fruto da pressão adversária.

Não concedemos muitas oportunidades. Estive quase todo o jogo atento ao Dembélé, mas da única vez que falhei ele não perdoou e marcou.

Topo