Lyon pronto para escalar a "montanha" Juventus

"Temos uma montanha para escalar", disse Rémi Garde sobre o confronto do Lyon diante da Juventus, à procura de responder após uma derrota pouco habitual no fim-de-semana.

Conseguirá o Lyon negar o sonho da Juve em jogar a final em casa?
Conseguirá o Lyon negar o sonho da Juve em jogar a final em casa? ©Getty Images

Trabzonspor AŞ e ACF Fiorentina não conseguiram negar à Juventus o sonho de disputar a final da UEFA Europa League marcada para 14 de Maio no seu próprio estádio. Agora, será a vez do Olympique Lyonnais, a começar pela primeira mão dos quartos-de-final na qual ambas as equipas surgirão fragilizadas.

O Lyon não conta com os defesas Milan Biševac, Gueïda Fofana, Miguel Lopes e Mouhamadou Dabo, nem com o duo de médios composto por Clément Grenier e Yoann Gourcouff, mas Samuel Umtiti poderá estar de regresso após realizar um teste físico. A Juventus não dispõe de Arturo Vidal e Claudio Marchisio está na calha para o render. Igualmente ausentes estarão os lesionados Angelo Ogbonna, Federico Peluso e Andrea Barzagli, enquanto Carlos Tévez está de volta após ter cumprido castigo na Serie A.

Ao contrário da Juventus, que volta a dominar a Serie A a seu bel-prazer, o Lyon é quinto classificado na Ligue 1 e o treinador Rémi Garde disse: "Temos uma montanha para escalar, que terá que ser escalada em dois passos. Acho que a Juventus devia estar na Champions League. Num jogo como estes nada temos a perder. Este jogo pode fazer-nos crescer. Quero que os meus jogadores dêem tudo."

O técnico francês continuou assim o seu raciocínio: "O nosso plano de jogo na Europa League será diferente do normal. Para nós, jogar com a Juventus é uma grande recompensa. Fizemos um longo caminho desde o 'play-off'. Gostámos mesmo desta campanha. Consegui dar mais experiência aos meus jogadores, o que é gratificante. Os jogadores lesionados sentem-se frustrados, mas a equipa está aqui para isso. Por vezes, acontecem milagres no futebol. E gostava que houvesse um amanhã."

A Juventus recebeu uma chamada de aviso no domingo, uma vez ter terminado a série de 14 jogos sem perder com uma derrota por 2-0 no terreno do SSC Napoli, pese embora a liderança na Serie A continue segura por formidáveis 11 pontos. O técnico Antonio Conte disse a esse respeito: "Espero que a derrota em Nápoles nos permita reagrupar-nos."

O treinador da "vecchia signora" fez, entretanto, os trabalhos de casa sobre o Lyon. "O Lyon é uma grande equipa francesa, muito forte no ataque e também do ponto de vista físico. Conhecemos os seus pontos fortes e fracos. Sabemos que a primeira mão é sempre muito importante. Vamos tentar manter a bola em nosso poder."

"O facto de sermos a última equipa italiana em prova na Europa League é uma enorme satisfação, mas também colocou mais pressão sobre nós. Queremos ir longe na competição e a final é na nossa casa. Mas também temos jogadores lesionados."