Benfica desdramatiza derrota no Porto

O campeão Benfica encerrou a Liga tal como tinha começado, com uma derrota, mas antes de uma semana importante, Jorge Jesus não se mostrou preocupado.

Jogadores do Benfica em festa após se sagrarem campeões
Jogadores do Benfica em festa após se sagrarem campeões ©AFP/Getty Images

O SL Benfica parte para a final da UEFA Europa League, na quarta-feira, após sofrer a segunda derrota da época na Liga portuguesa, frente ao FC Porto, por 2-1.

Com o título conquistado a duas jornadas do fim e com os olhos postos em Turim, Jorge Jesus fez descansar vários jogadores-chave para o que resta da temporada e rapidamente a sua equipa se viu em desvantagem. Enzo Pérez empatou a meio da primeira parte, de penalty, mas Jackson Martínez fez o 2-1, também na cobrança de um castigo máximo, à beira do intervalo, sentenciando a partida.

"Não estamos habituados a perder, mas a única coisa má neste jogo foi o resultado", disse Jesus, cuja equipa acertou na barra durante a segunda parte, por intermédio de Filip Djuričić. "Demos uma oportunidade a alguns jogadores menos utilizados, permitindo que alguns deles se pudessem sagrar campeões. Viemos jogar para ganhar, com seis, sete jogadores da equipa B, e isso tem de ser assinalado. Infelizmente não conseguimos vencer mas não há problema nenhum".

"As duas derrotas interessam pouco já que o nosso objectivo para esta época, que era a conquista do título, foi cumprido". Na verdade, uma época marcada que derrotas a abrir e a fechar – o Benfica perdeu com o CS Marítimo na primeira jornada, em Agosto – revelou-se um sucesso concludente pelo meio. As "águias" chegaram a estar a cinco pontos do Porto ao cabo de oito jornadas, mas à 14ª já se encontrava na liderança, juntamente com Porto e Sporting Clube de Portugal.

Após atingirem a liderança isolada no primeiro jogo de 2014, na sequência de uma vitória por 2-0 sobre o Porto, não mais a largaram. Foi o culminar de uma semana de emoções fortes, após Eusébio, o jogador mais icónico da história do Benfica, ter falecido. Foi um tributo adequado, e uma série de 11 triunfos consecutivos, que culminou com a vitória que deu o título, sobre o SC Olhanense, lembrou a grande equipa do clube nos anos 60, onde também pontificava Mário Coluna, que morreu em Fevereiro.

Na semana passada, a equipa de Jesus adicionou a Taça da Liga ao título de campeão, e no prazo de uma semana pode vir a ganhar mais dois troféus: a UEFA Europa League e a Taça de Portugal. O final de pesadelo da última época, quando o Benfica cedeu a liderança na Liga e perdeu a final da Taça de Portugal e da UEFA Europa League, parece ultrapassado. E ainda não acabaram.

Topo