De Guzmán deixa Nápoles na frente

SSC Napoli 3-0 BSC Young Boys
Um "hat-trick" de Jonathan De Guzmán deu ao Nápoles a terceira vitória no Grupo I e a liderança partilhada.

Os jogadores do Nápoles festejam o tento inaugural de Jonathan De Guzmán
Os jogadores do Nápoles festejam o tento inaugural de Jonathan De Guzmán ©Getty Images

O Nápoles vence confortavelmente graças ao "hat-trick" de Jonathan De Guzmán
Os anfitriões dominam a partida e desforram-se da derrota da terceira jornada com o Young Boys
O Nápoles é líder conjunto do Grupo I, com os mesmos nove pontos que o Sparta
Young Boys está a três pontos, no terceiro lugar
Próximos jogos: Sparta Praha - Nápoles, Slovan Bratislava - Young Boys (27 de Novembro)

O SSC Napoli continua empatado na liderança do Grupo I da UEFA Europa League, graças a um "hat-trick" de Jonathan De Guzmán num confortável triunfo por 3-0 sobre o BSC Young Boys.

A equipa suíça derrotara o Nápoles há duas semanas, mas as coisas seriam bem diferentes no Stadio San Paolo, com os comandados de Rafael Benítez a somarem a terceira vitória no grupo. Estão agora iguais ao AC Sparta Praha, com o Young Boys a três pontos de distância.

Os lances de perigo foram escassos nos instantes iniciais, antes de o Nápoles assumir o controlo da partida. Yvon Mvogo defendeu o remate de Lorenzo Insigne quando estavam decorridos 14 minutos, seguido de um disparo à trave de De Guzmán, após cruzamento de Duván Zapata. O Nápoles continuou a pressionar e, após ter criado várias ocasiões, chegou finalmente ao golo, no segundo minuto dos descontos da primeira parte, quando Mvogo foi iludido pelo cruzamento-remate de De Guzmán.

O Nápoles há muito que merecia o golo e continuou à procura de dilatar a vantagem após o reatamento. Zapata não conseguiu emendar com sucesso o cruzamento rasteiro de Giandomenico Mesto, seguindo-se duas oportunidades desperdiçadas por Insigne. No entanto, o segundo golo não demorou a chegar e, aos 65 minutos, Zapata ultrapassou dois adversários em velocidade antes de servir De Guzmán. O médio holandês completou o "hat-trick" a sete minutos do final, aproveitando um mau alívio dos suíços para marcar à boca da baliza.