Rolando coloca Marselha na final

O internacional português Rolando saltou do banco para, na segunda parte do prolongamento, marcar o golo que selou a passagem do Marselha à final.

Veja os melhores momentos deste jogo da segunda mão das meias-finais da UEFA Europa League.
Veja os melhores momentos deste jogo da segunda mão das meias-finais da UEFA Europa League.

Um golo do internacional português Rolando, vindo do banco, já na segunda parte do prolongamento, colocou ponto final no sonho de reviravolta da eliminatória do Salzburgo e colocou o Marselha na final da UEFA Europa League, em Lyon.

Com uma desvantagem de 2-0 trazida da primeira mão, o Salzburgo dispôs de uma rara oportunidade pra reduzir distâncias na primeira parte quando Adil Rami deixou fugir a bola e permitiu que Munas Dabbur rematasse com perigo. Yoann Pelé, contudo, respondeu com uma boa defesa ao remate rasteiro do adversário.

A abrir a segunda parte, Valère Germain podia ter desferido uma machada decisiva na eliminatória para o Marselha após cruzamento de Dimitri Payet, mas a bola saiu ligeiramente ao lado. E foi um momento individual brilhante de Amadou Haidara – que já tinha marcado na reviravolta dos quartos-de-final ante a Lázio – a relançar a eliminatória. O médio maliano furou por entre vários adversários e, n acara de Pelé, não perdoou, inaugurando o marcador.

Motivado pelo golo, o Sazlburgo não parou de pressionar. Pelé ainda adiou o segundo da turma da casa, ao parar com dificuldade um disparo de longe de André Ramalho, mas os anfitriões marcaram mesmo, igualando a eliminatória, num remate de Xaver Schlager desviado por Bouna Sarr para o fundo da própria baliza. Pelé voltou a brilhar para evitar que Hee-Chan Hwang fizesse o terceiro do Salzburgo, Florian Thauvin cabeceou à trave na resposta para o Marselha e a decisão seguiu mesmo para o prolongamento.

 No prolongamento, uma defesa soberba de Pelé evitou que Duje Ćaleta-Car colocasse a turma da casa na frente da eliminatória na sequência de um pontapé de canto. E foi também na sequência de um pontapé de canto que Rolando, que tinha saltado do banco no início do tempo extra, marcou o golo que abriu caminho aos festejos do Marselha.

Jogador-chave: Pelé (Marselha)

O guarda-redes realizou uma série de grandes defesas ao longo de todo o encontro, a última das quais verdadeiramente extraordinária, com uma só mão após cabeceamento de Ćaleta-Car, e foi decisivo para a passagem do Marselha à final.

Principais estatísticas

  • Golo de Rolando foi o seu primeiro nas competições europeias desde Fevereiro de 2011
  • Marselha na final da Taça UEFA/UEFA Europa League pela terceira vez; saiu derrotado das finais de 1999 e 2004
  • Esta foi apenas a segunda eliminatória da história da #UEL a ir a prolongamento