O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Retrospectiva do Marselha - Salzburgo

O Salzburgo superiorizou-se ao Marselha na fase de grupos e quer repetir o feito agora nas meias-finais, cuja primeira mão está marcada para o Stade Vélodrome.

Munas Dabbur (à esquerda) disputa um lance com Adil Rami num dos jogos da fase de grupos entre Salzburgo e Marselha
Munas Dabbur (à esquerda) disputa um lance com Adil Rami num dos jogos da fase de grupos entre Salzburgo e Marselha ©AFP/Getty Images

A primeira mão das meias-finais da UEFA Europa League vai colocar Marselha e Salzburgo frente-a-frente pela terceira vez na presente edição da competição. A turma austríaca somou quatro pontos nos jogos contra a formação francesa na fase de grupos, com o embate no Stade Vélodrome a terminar num nulo, naquele que foi o único dos oito jogos já disputados em sua casa que o Marselha não venceu esta época na prova.

• Os dois clubes alcançaram reviravoltas memoráveis nas respectivas eliminatórias dos quartos-de-final: o Marselha virou uma derrota por 1-0 sofrida na primeira mão no terreno do Leipzig com uma fantástica vitória caseira por 5-2 na segunda mão, enquanto o Salzburgo venceu de forma extraordinária a Lázio em casa por 4-1 na segunda mão - com os quatro golos a surgirem na segunda parte - depois de derrotado por 4-2 em Roma na primeira mão, naquela que foi a sua primeira derrota europeia em 20 jogos.

• Segundo classificado do Grupo I, atrás do Salzburgo, o Marselha afastou o Braga com um total de 3-1 no conjunto das duas mãos nos 16 avos-de-final, antes de, com vitórias por 3-1 em casa e 2-1 fora, eliminar o Athletic nos oitavos-de-final.

• O Salzburgo, tal como o Marselha, está pela primeira vez em meias-finais da UEFA Europa League desde que a prova ganhou esta denominação. Terminou no primeiro lugar do seu grupo pela quarta vez – registo que constitui um novo recorde na competição – e eliminou depois Real Sociedad e Dortmund por um golo de diferença no conjunto das duas mãos nos 16 avos-de-final e oitavos-de-final, respectivamente.

Highlights: Marseille 0-0 Salzburg
Highlights: Marseille 0-0 Salzburg

Encontros anteriores
• Marselha e Salzburgo nunca se tinham defrontado em jogos oficiais antes desta temporada.

• O primeiro embate aconteceu na segunda jornada da fase de grupos da presente edição da prova, com o Salzburgo a receber e a vencer por 1-0 graças a um golo do avançado israelita Munas Dabbur à passagem do minuto 73. Depois, na sexta jornada, um nulo em Marselha permitiu à turma gaulesa juntar-se ao já apurado Salzburgo nos 16 avos-de-final e à turma austríaca somar o seu quinto jogo seguido na UEFA Europa League sem sofrer golos, igualando assim o recorde da prova.

• Esta é apenas a segunda eliminatória a duas mãos que o Marselha disputa contra um oponente austríaco, depois de um triunfo por 1-0 na soma das duas mãos contra o Austria Viena na terceira pré-eliminatória da UEFA Champions League 2003/04.

• O Salzburg nunca antes disputou qualquer eliminatória contra equipas francesas; os seus anteriores seis encontros contra formações de França tiveram, todos eles, lugar em fases de grupos da UEFA Europa League.

• O registo do Marselha em seis jogos contra clubes da Áustria é de 2V 2E 2D. Em casa esse registo é de V1 2E 0D, não tendo sofrido qualquer golo em nenhuma dessas três recepções a formações austríacas.

• Os seis jogos já disputados pelo Salzburgo contra equipas francesas resultaram em 3V 1E 2D. Em solo francês o seu registo é de 1V 1E 1D, não tendo sofrido golos nas suas duas últimas visitas a França - o nulo desta época em Marselha e uma vitória por 2-0 em casa do Nice na fase de grupos de 2016/17. Esse jogo com o Nice deu início à série do Salzburgo de 19 jogos seguidos sem perder nas provas europeias, com Hwang Hee-Chan a assinar os dois golos desse triunfo.

Munas Dabbur celebra o golo do Salzburg'o frente ao Marselha na fase de grupos
Munas Dabbur celebra o golo do Salzburg'o frente ao Marselha na fase de grupos©Getty Images

Guia de forma
• O Marselha ganhou sete dos oito jogos europeus que disputou no Stade Vélodrome esta temporada; a excepção foi o já referido 0-0 conta o Salzburgo. Marcou 21 golos (11 dos quais já na fase a eliminar) e sofreu apenas seis. Não perde em casa nas provas europeias desde os oitavos-de-final da UEFA Europa League de 2015/16.

• Finalista vencido da Taça UEFA em 1998/99 e 2003/04, o Marselha está pela primeira vez nas meias-finais desde que a prova ganhou a designação de UEFA Europa League.

• O Marselha disputou já no passado cinco meias-finais de provas europeias, tendo perdido as primeiras duas – frente ao Ajax na Taça das Taças de 1987/88 e frente ao Benfica na Taça dos Campeões Europeus de 1989/90 – mas vencendo as três últimas – contra Spartak Moscovo na Taça dos Campeões Europeus de 1990/91, Bologna na Taça UEFA 1998/99 e Newcastle United na Taça UEFA 2003/04.

• O registo caseiro do Marselha em jogos de meias-finais europeias é de 3V 1E 1D 6GM 5GS.

• Quinto classificado da Ligue 1 na temporada passada, o Marseille entrou em cena nesta UEFA Europa League na terceira pré-eliminatória, onde eliminou os belgas do Oostende, afastando de seguida os eslovenos do Domžale no "play-off".

• O Salzburgo esteve 19 jogos seguidos sem perder nas provas europeias (11V 8E) antes da derrota da primeira mão dos quartos-de-final no terreno da Lázio. Perdeu apenas 2 dos últimos 15 jogos fora na Europa, tendo vencido 7.

• O Salzburgo terminou pela quarta vez invicto uma fase de grupos da UEFA Europa League, mas é a primeira vez que chega às meias-finais desde que a prova ganhou esta nova designação.

• O Salzburgo sofreu apenas um golo na fase de grupos da presente edição da prova, igualando o recorde da UEFA Europa League fixado pelo Standard Liège em 2011/12.

• Vencedor da "dobradinha" na Áustria nas últimas quatro temporadas e finalista vencido da Taça UEFA em 1994, o Salzburgo ficou-se pela fase de grupos na edição da época passada da UEFA Europa League.

• A única anterior presença do Salzburgo em meias-finais europeias resultou num triunfo graças aos golos fora sobre o Karlsruhe na Taça UEFA 1993/94 (0-0 casa, 1-1 fora).

Resumo: Salzburgo 1-0 Marselha
Resumo: Salzburgo 1-0 Marselha

Ligações e curiosidades
• Marselha e Salzburgo já estiveram, ambos, em finais da Taça UEFA, mas nunca ganharam: o Marselha perdeu 3-0 com o Parma em 1999 e 2-0 com o Valência em 2004: o Salzburgo perdeu 2-0 no total das duas mãos contra o Inter em 1994.

• A Taça UEFA/UEFA Europa League nunca foi ganha nem por clubes franceses, nem por clubes austríacos.

• Adil Rami, do Marselha, venceu a prova em 2015/16 com o Sevilha.

• O Marselha é o único antigo campeão europeu de clubes presente nestas meias-finais.

• Este será o 17º jogo da temporada do Marselha na UEFA Europa League, igualando a campanha mais longa da história do clube nas provas europeias, quando em 2003/04 começou nas pré-eliminatórias da UEFA Champions League e chegou à final da Taça UEFA.

Resumo: Salzburgo 4-1 Lázio (Total: 6-5)
Resumo: Salzburgo 4-1 Lázio (Total: 6-5)

• O Salzburgo é o único campeão nacional ainda em prova na competição. É também o único entre os quatro semifinalistas a nunca ter erguido um grande troféu europeu, ainda que tenha vencido a UEFA Youth League na época passada sob as ordens do actual treinador principal do clube, Marco Rose.

• Este vai ser o 19º jogo europeu do Salzburgo em 2017/18 – mais do que qualquer outra equipa presente nestas meias-finais.

• A Áustria é o 11º país a ver-se representado em meias-finais da UEFA Europa League.

• Esta época o Salzburgo tornou-se na primeira equipa a vencer quatro vezes um grupo da fase de grupos da UEFA Europa League. Onze clubes lograram tal feito três vezes.

• Este vai ser o 59º jogo do Salzburgo na UEFA Europa League desde que a prova ganhou essa designação: só Villarreal (62) e Athletic (61) disputaram mais- O seu registo de 30 vitórias é apenas superado pelo Villarreal (33), e apenas Villarreal e Athletic marcaram mais golos.

• Jérôme Onguéné, do Salzburgo, e Yoann Pelé, do Marselha, jogaram juntos no Sochaux em 2015.

• As duas equipas contam no plantel com internacionais japoneses: Hiroki Sakai (Marselha) e Takumi Minamino (Salzburgo).

Resumo: Marselha 5-2 Leipzig (Total 5-3)
Resumo: Marselha 5-2 Leipzig (Total 5-3)

Treinadores
• Rudi Garcia treina o Marselha desde Outubro de 2016. Como jogador destacou-se no meio-campo do Lille, clube que depois guiou, como treinador, à conquista da Ligue 1 e da Taça de França em 2010/11. Orientou a Roma durante três épocas, somando dois segundos lugares na Serie A.

• Antigo treinador das camadas jovens do Salzburgo, chegou em Junho ao comando da equipa principal, depois de conquistar a UEFA Youth League 2016/17. Antigo defesa, como jogador destacou-se ao serviço de Leipzig, Hannover e Mainz.