História até agora dos finalistas da Europa League: Manchester United

Apesar de ter tido alguns percalços pelo caminho, o Manchester United chegou mesmo à final de Estocolmo e vai agora tentar superar o último obstáculo.

História até agora dos finalistas da Europa League: Manchester United
História até agora dos finalistas da Europa League: Manchester United ©AFP/Getty Images

História da época
O United abriu a campanha europeia 2016/17 com uma derrota ante o agora campeão holandês Feyenoord e vai terminar a época frente ao segundo classificado da presente edição da Eredivisie, o Ajax. Esse desaire por 1-0, em Roterdão, deu o mote para um percurso repleto de dificuldades nos jogos fora, nos quais os ingleses somaram apenas três vitórias em sete partidas. Nos encontros em Old Trafford tudo foi mais tranquilo, com seis triunfos em sete partidas, números que mostram uma caminhada sólida até à final, mas longe de ser espectacular.

Registo desta época: 14J 9V 3E 2D 23GM 8GS

Momento decisivo
O United viu-se forçado a defender durante grande parte da segunda mão das meias-finais, frente ao Celta – naquele que foi, na altura, o 12º jogo disputado pelos "red devils" no espaço de 41 dias – e sofreu até ao último apito do árbitro. E o alívio que sentiu ao escutá-lo só foi possível graças ao soberbo livre directo marcado por Marcus Rashford a meio da segunda parte da primeira mão. Um momento genial que acabou por revelar-se determinante para a passagem do United à final de Estocolmo.

Veja o golo de Mkhitaryan frente ao St-Étienne
Veja o golo de Mkhitaryan frente ao St-Étienne

Jogador-chave
Henrikh Mkhitaryan estreou-se apenas na Europa pelo United na quarta jornada da fase de grupos mas, desde então, fez sempre parte das escolhas habituais de José Mourinho na prova. O internacional arménio, de 28 anos, soma cinco golos nos 743 minutos em que esteve em campo até ao momento nesta UEFA Europa League, tendo três desses golos sido importantes e fora: no triunfo sobre o St-Étienne (1-0) e nos empates com o Rostov (1-1) e o Anderlecht (1-1).

Treinador
Precisa que lhe apresentemos Mourinho? O técnico português, vencedor da Taça UEFA ao leme do Porto em 2003, tem-se sido pragmático, como sempre, nesta primeira temporada à frente do United, mostrando sempre a importância crescente dada à competição. Acabou mesmo por catalogar o embate com o Celta como "o jogo mais importante da história do clube", pelo que certamente irá colocar ainda mais pressão sobre os seus jogadores para a final.

Veja como o United se apurou para a final
Veja como o United se apurou para a final

Porque pode ser este o ano do United
Mourinho. O United tem evidenciado alguma desinspiração em determinados momentos da época mas o seu treinador parece há muito ter tudo planeado a pensar apenas na final de quarta-feira, 24 de Maio. Todos o reconhecem como um homem habituado a cumprir os seus planos e o seu registo de 11 vitórias em 13 finais é um bom prenúncio para a formação de Manchester.

Porque poderá o United ter de esperar até ao próximo ano 
Os "red devils" não vão poder contar com duas das suas figuras mais carismáticas desta temporada, uma no ataque, outra na defesa: o central Eric Bailly vai falhar a final por castigo e o avançado Zlatan Ibrahimović está lesionado, ficando assim cruelmente afastado de um jogo que seria, para si, um autêntico conto de fadas na Suécia. Quem alinhar no lugar de cada um deles não terá tarefa fácil para os fazer esquecer.

Caminho até à final