Beşiktaş confirma apuramento com goleada ao Olympiacos

A vencer por 2-0 aos 20 minutos, um golo e uma expulsão deixaram o Beşiktaş em suspenso até perto do fim, altura em que marcou mais dois tentos e selou o triunfo e o apuramento frente ao Olympiacos.

Watch as ten-man Besiktas beat Olympiacos

No duelo entre os portugueses Ricardo Quaresma, Diogo Figueiras e André Martins, o Beşiktaş venceu o Olympiacos por 4-1, na segunda mão dos oitavos-de-final da UEFA Europa League, e apurou-se para os quartos-de-final.

Apesar de estar em vantagem na eliminatória, fruto do empate a um golo na Grécia, o conjunto turco começou ao ataque. Logo aos seis minutos, um livre de Quaresma obriga Nicola Leali a voar para impedir a bola de entrar no ângulo. O golo não demorou muito a acontecer, pois aos 10 minutos Anderson Talisca cruzou na direita para o coração da área, onde Vincent Aboubakar cabeceou para o fundo das redes.

Aos 20 minutos, Tarik Elyounoussi escapa-se nas costas na defesa, domina com o peito, mas Fabri é rápido a sair da baliza e agarra com a bola. Na resposta e no minuto seguinte, acontece o 2-0. Quaresma cruza na direita e a bola chega até Ryan Babel, que descaído sobre a esquerda da área tem tempo e espaço para ajeitar o esférico e desferir o remate vitorioso.

O Olympiacos respondeu aos 30 minutos, com Aly Cissokho a cruzar e Elyounoussi a rematar à meia-volta, com o corpo todo no ar, para o fundo da baliza, com a bola ainda a desviar em Adriano. Aos 38 minutos, rude golpe para o Beşiktaş, com Aboubakar a passar de herói a vilão sendo expulso após desentendimento com um adversário.

Como esperado, o Olympiacos arrancou a segunda parte com novo fulgor, enquanto o Beşiktaş apostava no contra-ataque. Aos 57 minutos, Kostas Fortounis cobra um livre junto à linha lateral e o remate sai em arco para grande defesa de Fabri. Mesmo com menos um jogador, o Beşiktaş conseguia resistir sem grandes dificuldades, enquanto o Olympiacos se mostrava incapaz para construir ataques com nexo.

E foi talvez sem surpresa que a equipa da casa dilatou a vantagem, aos 74 minutos, com Babel a receber à entrada da área e a encher o pé para um remate forte e cruzado. Já com André Martins em campo, os visitantes viram Cenk Tosun, acabado de entrar, selar o resultado final, aos 83 minutos, desmarcando-se para receber o passe de Talisca e picar a bola por cima de Leali.

Figura do Jogo
Com dois golos, Babel ajudou a decidir a partida e mostrou ser um verdadeiro reforço de Inverno, contabilizando já quatro golos em 13 jogos nas "águias negras".

Momento do Jogo
Apesar da derrota, o Olympiacos deixa Istambul com a pequena consolação de ter apontado o melhor golo da partida, num remate acrobático de Elyounoussi.

Topo