Antevisão da final da UEFA Europa League: Liverpool - Sevilha

São muitas as diferenças de estilos entre Liverpool e Sevilha, mas a ideia entre os seus treinadores é a de que haverá pouco a separar as duas equipas quando estas subirem ao relvado em Basileia.

Liverpool v Sevilla: Basel awaits final showdown
Liverpool v Sevilla: Basel awaits final showdown
  • Sevilha tenta tornar-se na primeira equipa a erguer o troféu três vezes consecutivas
  • Liverpool em busca do seu quarto êxito na prova e de igualar, assim, o recorde do Sevilha
  • Unai Emery aponta tenta igualar recorde de Giovanni Trapattoni com terceira vitória na prova como treinador
  • Jürgen Klopp procura terminar a sua primeira temporada em Anfield com um troféu europeu
  • Vencedor garante um lugar na fase de grupos da UEFA Champions League na próxima época

Equipas prováveis
Liverpool: Mignolet; Clyne, Lovren, Touré, Moreno; Lallana, Can, Milner; Firmino, Sturridge, Coutinho.
De fora: Rossiter (tendão da coxa), Gomez (joelho), Sakho (suspenso)
Em dúvida: Origi (tornozelo/pé)

Sevilla: David Soria; Mariano, Rami, Carriço, Escudero; Krychowiak, N'Zonzi; Coke, Banega, Vitolo; Gameiro.
De fora: Krohn-Dehli (joelho), Trémoulinas (knee)

Jürgen Klopp, treinador do Liverpool
Vim para aqui porque estava convicto da qualidade destes jogadores. No início era o único a acreditar, mas agora há mais algumas pessoas que acreditam. Saber o quanto eles merecem esta final faz-me sentir muito bem. Estou feliz por eles poderem mostrar a qualidade que têm. Esta é uma grande oportunidade para dar um grande passo.

Quando mais tempo se está sem ganhar nada, mais se tenta. Já todos conhecemos a vontade dos adeptos. Sabemos o quanto eles anseiam por este troféu. Mostraram-no de forma fantástica tanto nos jogos em casa como nos jogos fora. Viajaram por toda a Europa. Queremos muito concretizar o sonho deles. Prometo que vamos tentar tudo. O problema é que o Sevilha vai fazer o mesmo!

Teremos de estar organizados, preparados, controlar cada momento – ser pacientes no passe o tempo suficiente para criar oportunidades. Numa final há que estar pronto para cometer erros com o mundo todo a ver. O futebol não funciona sem erros. Mas depois há que saber encontrar a solução para os superar.

Basileia à espera de Liverpool e Sevilha
Basileia à espera de Liverpool e Sevilha

Unai Emery, treinador do Sevilha
Cada vez que o futebol te dá uma oportunidade tens de a agarrar. O que alcançámos nos últimos anos é fantástico, mas não nos podemos ficar por aí; há que reviver esses momentos e passar por essa experiência de novo. Os adeptos do Sevilha sabem disso: olham para este clube como a sua segunda mulher, ou a sua segunda namorada.

A chegada do Sevilha à Suíça
A chegada do Sevilha à Suíça©Getty Images

O Liverpool está entre os dez maiores clubes do mundo. Tem uma história fantástica – já conquistou a Taça dos Campeões cinco vezes, ganhou a Taça UEFA várias vezes e a tem inúmeros títulos em Inglaterra. A equipa mudou com a chegada do novo treinador. É agora uma equipa mais alegre. Têm um estilo semelhante ao do Athletic Bilbao, na forma como pressionam e dão 100 por cento em cada lance.

Todos os meus jogadores têm características especiais e vamos precisar do melhore de cada um deles para batermos o Liverpool. Queremos crescer ainda mais. Já fizemos história e já gravámos o nosso nome nesta competição. Agora teremos de manter o equilíbrio e controlar as emoções, de forma a estarmos totalmente concentrados. Isso vai ser fundamental.

Jordan Henderson, capitão do Liverpool, está de volta à equipa
Jordan Henderson, capitão do Liverpool, está de volta à equipa©Getty Images

Resultados do fim-de-semana
West Brom 1-1 Liverpool (Rondón 13; Ibe 23)
Klopp fez 11 mexidas na equipa que tinha empatado 1-1 com o Chelsea na passada semana para este que foi o último jogo da época do Liverpool a nível interno, com Jordan Henderson e Danny a regressarem de lesão. Depois de se verem em desvantagem no marcador, os visitantes restabeleceram a igualdade por intermédio de Jordon Ibe, na sequência de uma boa jogada individual. Foi o primeiro golo da temporada do jovem avançado na Premier League. O Liverpool terminou a prova no oitavo posto – igualando a sua pior classificação desde 1962.

Athletic 3-1 Sevilha (Aduriz 11 31, Raúl García 71; Juan Muñoz 55)
O Sevilha estava já destinado a terminar no sétimo posto da Liga espanhola, fosse qual fosse o resultado, e dos 11 jogadores que foram titulares em Bilbau apenas Adil Rami, Vicente Iborra, Timothée Kolodziejczak e Yevhen Konoplyanka deverão jogar frente ao Liverpool. Acabou por ser uma tarde para esquecer para Kolodziejczak, expulso numa derrota que significou que o Sevilha terminou mesmo a prova sem um único triunfo fora de portas. Juan Muñoz, de 20 anos, estreou-se a marcar na Liga espanhola ao apontar o tento de honra da formação da Andaluzia.

Guia de forma (todas as competições, jogos mais recentes primeiro)
Liverpool: EEVVDDEVVV
Sevilha: DDVDEVDEDD

Visão do repórter: John Atkin (@UEFAcomJohnA)
Como prever o imprevisível? Que Liverpool vamos ter? A equipa irresistível que afastou o Manchester United, o Villarreal e, claro, o Dortmund para chegar até aqui, ou a equipa que terminou no oitavo lugar da Premier League? E depois há o Sevilha. Uma equipa forte como poucas a jogar em casa, mas que não ganhou um único jogo fora em toda a temporada na Liga espanhola. Acredita-se que as duas equipas estarão no seu melhor esta quarta-feira, pelo que poderemos ter um duelo de estilos: Emery contra Klopp, Clássico contra Rock 'n Roll.

Sabia que?
• O último êxito do Liverpool na Taça UEFA, em 2001, foi alcançado numa final frente a uma equipa espanhola, em Dortmund. Foi um jogo emocionante, com nove golos, decidido apenas no prolongamento – um bom prenúncio? Confira este e outros factos na nossa extensa retrospectiva do encontro.