Alegria pura triunfa no Liverpool de Klopp

"Quanto maior a pressão, mais calmo fico", contou ao UEFA.com o treinador do Liverpool, Jürgen Klopp, acreditando que a chave para o triunfo em finais é desfrutar da experiência.

Pressão, qual pressão? Jürgen Klopp, treinador do Liverpool
Pressão, qual pressão? Jürgen Klopp, treinador do Liverpool ©Getty Images

Sete meses depois de ter rendido Brendan Rodgers como treinador do Liverpool, Jürgen Klopp vai orientar os "reds" na final da UEFA Europa League, frente ao Sevilha. As expectativas são elevadas, mas o treinador de 48 anos sabe por experiência própria que a melhor forma de conquistar um jogo grande é desfrutando dele.

UEFA.com: Como se sente por ter chegado à final?

Jürgen Klopp: Muito bem. Quando aqui cheguei não imaginava que isto pudesse acontecer, pois havia ainda um longo caminho para percorrer. Mas eu gosto desta competição. Todo este percurso europeu foi realmente fácil para nós de desfrutar. Tivemos grandes e maravilhosas noites em Anfield e a minha equipa teve alguns desempenhos fabulosos. 

UEFA.com: Não fez a pré-época com esta equipa. Isso faz com que a chegada à final seja ainda mais gratificante?

Klopp: Eu não penso assim. É minha função ajudar os jogadores a melhorarem e a desenvolverem-se. Eu podia dizer o que quisesse, mas se eles não me ouvissem não teríamos hipóteses, e eles realmente ouviram-me. O que tivemos que construir foi uma mentalidade, usar a nossa personalidade, em particular nos momentos difíceis. Isso é que é mentalidade.

Como o Liverpool chegou à final
Como o Liverpool chegou à final

UEFA.com: Os adeptos do Liverpool são muito apaixonados; o que significa apurar a equipa para uma final europeia?

Klopp: Significa muito, como todos pudemos verificar nos jogos europeus. Estou realmente muito contente por todos nós, por toda a família do Liverpool, por termos sido capazes de algo assim. Por mostrar que estando juntos e assim permanecendo, trabalhando, sofrendo e celebrando juntos, conseguimos fazer a diferença.

UEFA.com: Tem alguma abordagem especial quando se trata de preparar finais?

Como os
Como os

Klopp: É uma situação de 50-50 – ninguém é favorito, ninguém tem já meio caminho percorrido. É um jogo intenso em todos os aspectos – as horas antes da final, e coisas assim – mas, para mim, quanto maior é a pressão mais calmo fico. Isto não é fazer pressão com tudo o que se tem, é sobre o jogo. O jogo prepara-se com alegria, com confiança, trabalhando e sonhando juntos antes da partida e fazendo tudo para que o sonho se concretize, graças ao trabalho que é feito em campo.

UEFA.com: O que acha do Sevilha?

Klopp: É uma equipa muito competitiva e muito difícil de enfrentar. É boa no contra-ataque e a defender, algo que se espera de uma equipa espanhola. É muito experiente – estou convencido que a média de idades deles é dois ou três anos mais velha do que a nossa. É realmente uma boa equipa: bons atacantes, defesas experientes. Dois bons clubes, duas grandes cidades defrontando-se por uma grande taça – eis como o futebol deve ser.