Lázio matreira trava Sparta

Sparta Praga 1-1 Lázio
Uma finalização notável de Martin Frýdek foi o destaque dos checos, mas os romanos reagiram e saíram de Praga com um empate.

Highlights: Sparta Praha 1-1 Lazio
Highlights: Sparta Praha 1-1 Lazio
  • Martin Frýdek inaugura o marcador com remate à meia-volta após arranque rápido do Sparta
  • Marco Parolo empata com uma recarga na sequência de um canto
  • Antonio Candreva acerta na trave logo após o intervalo
  • Ambas as equipas continuam invictas na competição desde a primeira jornada
  • A segunda mão realiza-se quinta-feira, com o sorteio dos quartos-de-final marcado para o dia seguinte

AC Sparta Praha e SS Lazio empataram, no estádio Letná, em jogo da primeira mão dos oitavos-de-final da UEFA Europa League, resultado que deixa os representantes italianos numa condição aparentemente melhor para o duelo da segunda mão, a disputar no Stadio Olimpico.

O jogo decorreu a um ritmo agradável e foi bastante equilibrado, com momentos repartidos de domínio em cada metade do encontro. Os romanos tiveram uma entrada bastante forte na partida e estiveram, em duas ocasiões, perto de abrir o activo.

Logo aos quatro minutos Keita Baldé tocou de calcanhar para Marco Parolo rematar em boa posição, mas contra o corpo de Ondřej Zahustel e, na jogada seguinte, Sergej Milinković-Savić também dispôs de uma boa ocasião para inaugurar o marcador, mas cabeceou por cima da baliza de David Bičík.

Findos os primeiros dez minutos iniciou-se um período de domínio mais acentuado do Sparta, que podia ter marcado aos 11 minutos quando a defesa da Lázio se esqueceu de marcar o capitão David Lafata à saída de um lançamento de linha lateral e este rematou cruzado mas ao lado.

A desconcentração da defesa da Lázio prosseguiu durante mais uns minutos e, no lance seguinte, o Sparta aproveitou-a da forma mais eficaz possível para abrir o activo. Lafata encontrou Martin Frýdek desmarcado do lado direito com um passe longo e o dianteiro aproveitou a bola estar a saltar para bater Federico Marchetti na passada, com um remate bombeado.

A Lázio passou a defender mais à frente e a contra-atacar e só partir dos 35 minutos voltou a haver lances de perigo junto às duas balizas. Aos 36, Ladislav Krejčí concluiu uma boa iniciativa individual com um remate para a defesa fácil de Marchetti.

No minuto seguinte, a Lázio chegaria mesmo ao empate. Antonio Candreva obrigou, quase sem ângulo para marcar, Bičík a uma aparatosa defesa para canto e, na sequência deste, o central Wesley Hoedt subiu à área para cabecear para uma boa defesa e a bola sobrar para a recarga fácil de Parolo, que assim apontou o seu terceiro golo em seis jogos.

O ritmo decaiu bastante na segunda parte, mas, ainda assim, ainda houve algumas boas ocasiões de golo de parte a parte, tendo a melhor delas pertencido à Lázio, com Candreva a enviar a bola à trave através de um remate na passada.

Bičík susteve, depois, um remate de Keita à entrada da área com facilidade e, no lado contrário, Lukáš Mareček tentou a sua sorte de meia-distância mas Marchetti correspondeu com uma defesa segura quando tinha Frýdek pronto para a recarga.

Candreva e Keita ainda tentaram que a Lázio regressasse a Roma com o triunfo mas os seus esforços saíram gorados. Ainda assim, foram os "biancocelesti" que terminaram mais satisfeitos.

©AFP/Getty Images
©AFP/Getty Images
©AFP/Getty Images