Taison inspira goleada do Shakhtar

Schalke 0-3 Shakhtar Donetsk (total: 0-3)
Numa noite inspirada da equipa ucraniana, Marlos abriu o activo de calcanhar e depois a astúcia de Taison construiu a eliminação dos alemães.

Highlights: Schalke 0-3 Shakhtar Donetsk
Highlights: Schalke 0-3 Shakhtar Donetsk
  • Marlos faz golo inaugural deslumbrante para os visitantes
  • Facundo Ferreyra amplia a vantagem a meio da segunda parte
  • Viktor Kovalenko fecha a contagem na fase final do jogo
  • Candidate-se a bilhetes para a final da UEFA Europa League em Basileia, no St. Jakob-Park
  • O sorteio dos oitavos-de-final realiza-se na sexta-feira, transmitido em directo a partir das 12h00

O Shakhtar Donetsk goleou o Shalke 04 por 3-0 e segue para os oitavos-de-final da UEFA Europa League, num jogo em que o contra-ataque e uma noite inspirada de Taison fizeram a diferença para os ucranianos.

Com o Schalke a depressa avançar com todo o seu arsenal para o ataque, o livre directo cobrado por Johannes Geis, aos três minutos, que embateu no poste esquerdo da baliza ucraniana, pareceu ser o mote para uma noite memorável em Gelsenkirchen, logo depois secundado por um remate de Younes Belhanda, aos sete, que Andriy Pyatov desviou, em voo, para canto.

Mas foi mera ilusão de óptica, já que recompostos do duplo susto, os “mineiros” não só assentaram o seu jogo com chegaram ao golo, depois de Taison, ao nono minuto, interceptar um mau passe de  Leon Goretzka e atirar da meia-lua, para defesa de Ralf Fährmann.

O tento ucraniano surgiu do aproveitamento exemplar de um ataque dos locais, com a bola cortada a rapidamente chegar na zona intermédia a  Facundo Ferreyra (26') que correu para área onde fez o passe que encontrou Marlos, com o brasileiro a rodar sobre si próprio para marcar de calcanhar.

O Schalke não acusou o golo, prosseguiu no ataque, mas percebia-se que o receio de nova investida ucraniana pesava em cada jogador alemão, que só já em cima do intervalo, através de Leroy Sané (42'), voltou a estar perto de marcar, saindo o remate do médio sobre o travessão.

A segunda parte acentuou os problemas do Schalke que entre os 53 e 60 minutos teve por intermédio de Klaas-Jan Huntelaar, Joël Matip e Franco Di Santo três ocasiões para empatar mas, ao não fazê-lo, deixou a porta aberta para o triunfo dos ucranianos.

E quando Taison (63') roubou a bola na área a Matip, Ferreyra já só teve de empurrar a bola para a baliza, acabando o brasileiro por sentenciar a partida quando após novo contra-ataque serviu Viktor Kovalenko (77') que fuzilou a baliza.