Braga sofre mas garante apuramento

Braga 2-2 Sion (total: 4-3)
Nikola Stoiljković marcou o golo decisivo após um bis de Fanis Gekas ter anulado a vantagem portuguesa da primeira mão.

Highlights: See how Braga made the last-16
Highlights: See how Braga made the last-16
  • Nikola Stoiljković marca golo decisivo do empate após o Sion ter igualado o resultado da primeira mão, mas a seu favor (2-1)
  • Fanis Gekas marca os dois primeiros golos ao serviço do Sion, que acerta na barra em tempo de compensação
  • Finalista vencido em 2011, o Braga é a primeira equipa a garantir a presença nos oitavos-de-final
  • Braga não perde há 12 jogos em todas as competições
  • Candidate-se a bilhetes para a final da UEFA Europa League, a realizar no St. Jakob-Park, em Basileia
  • O sorteio dos oitavos-de-final realiza-se na sexta-feira, com transmissão em directo a partir das 12h00 (de Portugal Continental)

O Braga garantiu esta quarta-feira o apuramento para os oitavos-de-final da UEFA Europa League. O empate, 2-2, com o Sion foi suficiente para carimbar a presença na fase seguinte, depois da vitória, por 2-1, alcançada na Suíça, na primeira mão. No Minho assistiu-se a um jogo emotivo até ao fim, tendo Gekas, por duas vezes, dado vantagem à equipa helvética. Josué, de penalty, e Stoiljković marcaram para os bracarenses.

A precisar de marcar para relançar a eliminatória, o Sion foi mortífero, abrindo o activo na primeira ocasião, graças a um momento de inspiração de Fanis Gekas que, de calcanhar, bateu Matheus, dando a melhor sequência a um cruzamento de Ebenezer Assifuah. Um golo mágico que encheu de confiança os adeptos suíços - em grande número no palco bracarense.

O Braga reagiu, pelas laterais, e beneficiou de um penalty, por mão de Ebenezer Assifuah. Na marcação, Josué, o homem das bolas paradas, iludiu Andris Vanins, repondo a igualdade. Mas Volvidos dois minutos o Sion respondeu com o segundo golo, novamente por Fanis Gekas que, muito oportuno, empurrou a bola para o fundo da baliza, depois de uma primeira defesa de Matheus ao desvio de Ebenezer Assifuah, que aproveitou o bom cruzamento de Carlitos e a passividade da defesa minhota.

Antes do intervalo, Josué disparou para defesa atenta de Andris Vanis e, na resposta, Edimilson Fernandes rematou com perigo à baliza de Matheus. No recomeço, o Braga entrou forte e empatou por Stoiljković, após bom trabalho de Baiano e Rafa na grande área. Hassan, logo de seguida, ultrapassou um defesa e rematou rasteiro ao lado.

O Sion nunca desistiu e Edimilson Fernandes obrigou Matheus a uma grande defesa, aos 70 minutos. O Braga apostava nas transições, sobretudo através da velocidade de Rafa, mas não aproveitou algumas jogadas perigosas. No último assalto à baliza minhota, o Sion esteve perto da vitória, quando Mujangi Bia rematou por cima. No período de compensação, Vincent Ruefli atirou a bola com estrondo à barra, para desespero dos adeptos suíços e alegria dos bracarenses, que respiraram de alívio com o apito final do árbitro.

Resumo da primeira mão: Sion 1-2 Braga
Resumo da primeira mão: Sion 1-2 Braga
©AFP/Getty Images
©AFP/Getty Images
©AFP/Getty Images
©AFP/Getty Images
©AFP/Getty Images