Retrospectiva do Braga - Sion

O Braga ganhou os três jogos em casa que disputou esta época na fase de grupos, uma estatística que não agrada ao Sion, a necessitar de dar a volta a uma desvantagem de 2-1 trazida da primeira mão.

O bracarense Ahmed Hassan pressionado pelo defesa do Sion, Reto Ziegler
O bracarense Ahmed Hassan pressionado pelo defesa do Sion, Reto Ziegler ©AFP/Getty Images

O SC Braga vai tentar manter o seu registo perfeito em casa na UEFA Europa League da presente temporada, quando receber o FC Sion com uma vantagem de 2-1 depois da primeira mão dos 16 avos-de-final.

Confrontos anteriores
• As duas equipas encontraram-se pela primeira vez nas provas da UEFA na primeira mão, quando Rafa Silva marcou, aos 61 minutos, o golo da vitória bracarense. Nikola Stoiljković colocou os “arsenalistas” a ganhar, Moussa Konaté empatou para o Sion no arranque a segunda parte. Nikola Vukčević, do Braga, foi expulso perto do final.

• O Braga não perdeu nenhum dos quatro jogos disputados frente a adversários suíços (2V 2E 0D) e no confronto mais recente, no "play-off" da UEFA Europa League 2011/12, afastou o BSC Young Boys.

• O Sion perdeu por 6-2 no conjunto das duas mãos com o FC Porto na segunda eliminatória da Taça dos Clubes Campeões Europeus de 1992/93, naquele que foi o seu único anterior embate com formações portuguesas.

Guia de forma
• O Braga ganhou os três jogos europeus em casa esta época – todos por um golo de diferença. O registo fora de casa do Sion na fase de grupos é de 1V 1E 1D.

• Finalista vencido em 2011 – quando chegou à prova proveniente da fase de grupos da UEFA Champions League –, o Braga seguiu sempre em frente no seu grupo nas cinco ocasiões em que disputou a fase de grupos da Taça UEFA/UEFA Europa League.

• O Sion está em acção numa prova europeia após a paragem de Inverno pela primeira vez desde 1986/87, quando foi eliminado pelo VfB Leipzig nos quartos-de-final da Taça dos Vencedores das Taças.

Curiosidades e ligações
• A distância entre Sion e Braga é de pouco menos de 1400 quilómetros.

Treinadores
• Apresentado como técnico do Braga este Verão, o antigo defesa Paulo Fonseca, de 42 anos, teve carreira discreta como jogador. Como treinador, começou a ganhar reconhecimento na segunda divisão, no CD Aves. No escalão principal orientou o FC Paços de Ferreira por duas vezes, entre uma passagem pelo FC Porto, clube pelo qual jogou durante um breve período, em 1995.

• Finalista da Taça UEFA como jogador ao serviço do FC Girondins de Bordeaux em 1996, o antigo avançado francês Didier Tholot pendurou as chuteiras no Sion, onde chegou mesmo a desempenhar as funções de treinador-jogador. Em 2014 assumiu pela terceira vez o leme da formação helvética e guiou-a na época passada à conquista da Taça da Suíça, troféu que tinha já erguido em 2009, aquando da sua segunda passagem pelo comando técnico do clube.