O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Okaka garante triunfo do Anderlecht sobre o Tottenham

Anderlecht 2-1 Tottenham
Contratado este Verão, Stefano Okaka foi o herói dos anfitriões, que assim se desforraram da derrota na final da Taça UEFA de 1984.

Stefano Okaka mostra a bota que deu a vitória ao Anderlecht
Stefano Okaka mostra a bota que deu a vitória ao Anderlecht ©Getty Images
  • Anderlecht regressa à luta pelo apuramento no Grupo J
  • Christian Eriksen aproveita um erro adversário para dar vantagem madrugadora aos "spurs"
  • Guillaume Gillet empata com um remate de primeira, assinando o seu segundo golo nesta fase de grupos
  • Stefano Okaka, contratado este Verão, sela a primeira vitória do Anderlecht
  • Equipas voltam a medir forças a 5 de Novembro, em White Hart Lane

Em grande forma, Stefano Okaka foi decisivo e ofereceu ao Anderlecht a primeira vitória no Grupo J, com um golo a 15 minutos do fim, garantindo ao mesmo tempo uma espécie de desforra à turma belga, derrotada pelo Tottenham na final de 1984 da Taça UEFA.

Os visitantes apresentaram-se em campo com três internacionais belgas - Toby Alderweireld, Jan Vertonghen e Mousa Dembélé - que pareciam destinados a ter uma noite agradável no regresso ao seu país-natal quando um mau alívio de Serigne Mbodji permitiu a Christian Eriksen bater Silvio Proto sem dificuldades.

Eriksen ficou perto de dilatar a vantagem pouco depois, na transformação de um livre, mas aos poucos o ímpeto dos londrinos foi-se desvanecendo. O Anderlecht, na sequência de um pontapé de canto, acabou por restabelecer a igualdade, através de Guillaume Gillet – foi o segundo golo do Anderlecht na fase de grupos e o segundo assinado pelo defesa.

Pouco depois, os anfitriões quase deram a volta ao marcador. Hugo Lloris, porém, respondeu com uma grande defesa a remate de Okaka e o empate manteve-se. O Tottenham procurou responder, Erik Lamela chegou mesmo a introduzir a bola no fundo das redes contrárias, mas o lance foi invalidado por fora-de-jogo.

O Tottenham festeja o seu golo madrugador
O Tottenham festeja o seu golo madrugador©AFP/Getty Images

Lloris voltou a ser colocado à prova no início da segunda parte, desta feita levando a melhor no duelo com Gillet, mas o Anderlecht mostrava-se cada vez mais confiante e os lances de perigo junto à baliza dos londrinos iam-se sucedendo, com destaque para um perigoso cabeceamento de Mbodji.

Os visitantes lançaram então em campo Harry Kane, mas o jovem avançado internacional inglês não aproveitou uma boa oportunidade para bater Proto e acabou mesmo por ser a turma da casa a marcar. Frank Acheampong, que tinha saltado do banco de suplentes pouco antes, assistiu Okaka e este bateu Lloris à entrada para o último quarto-de-hora, fixando o resultado final em 2-1 para o Anderlecht.