Combata a COVID-19 seguindo as indicações da Organização Mundial de Saúde e os cinco passos da FIFA para travar a propagação da doença.

1. Lavar as mãos 2. Tossir para o antebraço 3. Não tocar no rosto 4. Manter a distância física 5. Ficar em casa.
Mais informação >
 

Factos e números da segunda jornada

Franco Di Santo, Matías Fernández e Jan Vertonghen alcançaram marcos importantes na segunda jornada, enquanto o Club Brugge fixou dois recordes indesejados.

O "hat-trick" de Franco Di Santo foi o quinto mais rápido na história da UEFA Europa League
O "hat-trick" de Franco Di Santo foi o quinto mais rápido na história da UEFA Europa League ©AFP/Getty Images

• O "hat-trick" de Franco Di Santo pelo Schalke, na goleada caseira por 4-0 ao Asteras Tripolis foi o quinto mais rápido na história da UEFA Europa League. Os golos aos 28, 37 e 44 minutos destronaram do quinto posto o seu colega de equipa Klaas-Jan Huntelaar, que no espaço de 23 minutos tinha apontado três golos ao Viktoria Plzeň em 2012.

• Huntelaar selou o resultado final diante do Asteras, naquele que foi o seu 13º tento na UEFA Europa League. No entanto, não é o melhor marcador de entre os jogadores que disputam esta edição da prova. Essa honra pertence a Giuseppe Rossi, da Fiorentina, que facturou o seu 15º golo na UEFA Europa League na goleada dos "viola" sobre o Belenenses. O antigo avançado do Villarreal, regularmente assolado por lesões, é agora o terceiro melhor marcador na história do torneio, atrás de Radamel Falcao (30 golos) e Óscar Cardozo (20).

Jan Vertonghen realizou esta quinta-feira o seu 40º jogo na UEFA Europa League
Jan Vertonghen realizou esta quinta-feira o seu 40º jogo na UEFA Europa League©Getty Images

• Dois jogadores realizaram a 40ª partida na UEFA Europa League na segunda jornada – Matías Fernández, da Fiorentina, e Jan Vertonghen, do Tottenham Hotspur. A dupla continua a oito jogos de Daniel Carriço. do Sevilha, detentor de um recorde estabelecido na época passada, mas podem ser os primeiros a atingir os 50 encontros durante esta temporada – tal como Dries Mertens, do Napoli, que contabiliza 39.

• Ao empatar a um golo na segunda jornada, PAOK (na recepção ao Borussia Dortmund) e Tottenham (diante do Mónaco) igualaram o número recorde de empates averbados na UEFA Europa League – 13. PSV Eindhoven e Lazio contam o mesmo número de nulos.

• A derrota surpresa do Club Brugge frente ao campeão dinamarquês Midtjylland, por 3-1, foi a sua 15ª na UEFA Europa League. Mais um e iguala o recorde da competição, detido pelo Dínamo Zagreb.

• Ao perder esse desafio, o clube belga estabeleceu mais um recorde indesejado na competição – o de mais golos sofridos (56), tendo o PSV a dois de distância.

Lucas Biglia (ao centro), da Lázio, fez um dos golos dos clubes italianos nesta ronda
Lucas Biglia (ao centro), da Lázio, fez um dos golos dos clubes italianos nesta ronda©AFP/Getty Images

• Vitórias dos três clubes da Serie A na segunda jornada foram acompanhadas por um total de nove golos – quatro da Fiorentina, três da Lázio e dois do Nápoles – o que significa que a Itália igualou a Alemanha como o segundo país mais goleador na história da UEFA Europa League, com 279 golos. Na frente continua a Espanha, com 328.

• Ao colocar a sua equipa a vencer por 1-0 no triunfo caseiro por 2-0 sobre o Skënderbeu, Baye Oumar Niasse, médio senegalês do Lokomotiv Moskva, marcou o 3300º golo na história da UEFA Europa League.

• O Skënderbeu é um de três estreantes nesta edição da UEFA Europa League – num total de oito – que ainda não somou pontos, com os outros dois a serem o Groningen e o Augsburg, que realiza a sua primeira campanha europeia. Outros três – Qäbälä, Belenenses e Mónaco – ainda não venceram. Ainda assim, enquanto o Sion já contabiliza quatro pontos em seis possíveis, o Midtjylland tem o máximo, depois de triunfos sobre Legia Warszawa (1-0, em casa) e Club Brugge (3-1, fora).

• Existem oito clubes com seis pontos ao fim de dois jogos, com o Midtjylland a ter a companhia de Nápoles, Rapid, Braga, Lokomotiv, Basileia, Schalke e Partizan.

Topo