Temas de discussão da segunda jornada da Europa League

O Liverpool tem problemas no ataque, o Celtic não consegue segurar vantagens e os adeptos do PAOK continuam a fazer a diferença: o UEFA.com analisa a segunda jornada.

Divock Origi reage a um golo perdido ante o Sion
Divock Origi reage a um golo perdido ante o Sion ©AFP/Getty Images

Liverpool de pólvora seca
A forma como Divock Origi rompeu a defesa do Sion logo aos quatro minutos em Anfield e serviu Adam Lallana para o primeiro golo mostrou o potencial do jovem avançado belga do Liverpool. Porém, a ocasião que desperdiçou quando isolado na segunda parte, também revelou que na noite de quinta-feira fizeram muita falta ao Liverpool os atacantes Christian Benteke, lesionado, e Daniel Sturridge – o melhor finalizador, regressado de longa ausência por lesão.
Simon Hart

Fernandão faz a diferença
Uma substituição forçada acabou por fazer a diferença entre um ponto e uma derrota para o Fenerbahçe. Fernandão foi o homem que alterou a dinâmica do jogo frente ao Celtic, com golos na primeira e na segunda parte, depois de ter entrado para substituir o lesionado Volkan Şen.

Entretanto, o Celtic precisa de aprender a consolidar vantagens. A formação escocesa esteve por duas vezes a ganhar ao Ajax na primeira jornada, mas empatou 2-2, enquanto em casa ante o Malmö, no "play-off" da UEFA Champions League, esteve a vencer por 2-0, mas acabou por quedar-se por um 3-2 – antes e perder na segunda mão por 2-0.
Alex O'Henley

Os adeptos do PAOK ajudaram a perturbar o Dortmund
Os adeptos do PAOK ajudaram a perturbar o Dortmund©AFP/Getty Images

Com uma ajuda dos amigos do PAOK
O que mais pode ser dito dos adeptos do PAOK? O Stadio Toumba é um local que intimida nos momentos de maior fulgor do clube, mas num jogo europeu como na partida ante o Borussia Dortmund há poucos lugares comparáveis.

Há poucas dúvidas de que esse facto fez os jogadores da casa sentirem-se mais fortes, altos e rápidos. Mostrou, certamente, que o PAOK foi infeliz por não ter conseguido terminar com a espera de 34 anos por uma vitória frente a adversários alemães.
Graham Wood

Riqueza no banco do Mónaco
Pelo segundo jogo consecutivo na UEFA Europa League, o Mónaco recuperou de um golo de desvantagem e ganhou um ponto, graças aos seus suplentes. Frente ao Tottenham, Nabil Dirar saltou do banco para cruzar para o golo de cabeça de Stephan El Shaarawy. Há duas semanas, na visita ao Anderlecht, foram El Shaarawy e Lacina Traoré a fazerem a diferença.

O treinador português Leonardo Jardim parece ter um toque especial na Europa e o médio luso Bernardo Silva comentou: "Os jogadores que entram estão lá para ajudar a equipa e felizmente as substituições que o treinador realizou hoje permitiram-nos marcar um golo importante."
David Crossan

Vedran Ćorluka, do Lokomotiv
Vedran Ćorluka, do Lokomotiv©Getty Images

Poderá o Lokomotiv surpreender?
Muitos pensaram que o primeiro lugar do Grupo H iria ser disputado primordialmente por Beşiktaş e Sporting CP, mas duas jornadas decorridas e é o Lokomotiv Moskva que se encontra destacado no topo. Os próximos dois jogos são contra o Beşiktaş, em casa e fora – o que parece quase uma eliminatória decisiva.
Richard van Poortvliet e Çetin Cem Yılmaz

Onde estava NiGOALić?
Nemanja Nikolić tem sido uma autêntica revelação desde que chegou a Varsóvia oriundo do Videoton, este Verão. Dez golos em dez partidas da Ekstraklasa garantiram-lhe uma nova alcunha: "NiGOALić". Então, por que motivo o jogador passou a maior parte do jogo no banco?

Quando entrou em campo, à passagem da hora de jogo, o Légia já perdia com o Nápoles e acabaria mesmo por sair vergado por 2-0.
Piotr Koźmiński