Basileia trava Salzburgo

FC Basel 1893 0-0 FC Salzburg
O jogo teve poucas oportunidades e os visitantes falharam pela primeira a vitória nesta UEFA Europa League.

Giovanni Sio, do Basileia, salta com Martin Hinteregger, do Salzburgo
Giovanni Sio, do Basileia, salta com Martin Hinteregger, do Salzburgo ©AFP/Getty Images

O FC Salzburg entrou melhor neste embate da primeira mão dos oitavos-de-final, a justificar o estatuto de grande surpresa da prova, mas o FC Basel 1893 conseguiu equilibrar o encontro e o nulo acaba por ser um resultado adequado.

Os visitantes criaram a primeira situação de perigo, aos dois minutos, com Stefan Ilsanker a testar Yann Sommer. O guarda-redes suíço teve muito trabalho na primeira meia-hora de jogo perante o ataque mais concretizador da prova. Sadio Mané motivou mais uma intervenção aos sete minutos, Christoph Leitgeb ameaçou a baliza da equipa da casa aos 13 e pouco depois foi Kevin Kampl a obrigar Sommer a mais uma boa defesa.

O Basileia equilibrou o encontro no final do primeiro tempo e também criou boas situações para marcar. Philipp Degen cruzou da linha final para Giovanni Sio, mas o cabeceamento do costa-marfinense saiu por alto. A três minutos do descanso foi o capitão Valentin Stocks a dar o exemplo, mas Péter Gulácsi manteve a baliza do Salzburgo inviolada até ao intervalo.

O ritmo baixou muito no segundo tempo, com ambas as equipas a jogarem de forma mais calculista, com o Basileia, de Murat Yakin, a contrapor a experiência da UEFA Champions League à maior impetuosidade do conjunto de Roger Schmidt. O primeiro remate com algum perigo foi da autoria de Serey Die, mas Gulácsi segurou com facilidade.

Martin Hinteregger tentou ajudar os colegas do ataque, aos 83 minutos, mas Sommer defendeu o remate. Valon Berisha saiu do banco para dar maior acutilância ao Salzburgo e a três minutos do final desferiu um disparo soberbo, mas o guarda-redes da equipa da casa esteve à altura e manteve o nulo até ao final, remetendo as decisões para a próxima semana na Áustria.