Regresso ao Jogo: a UEFA está a preparar-se para o regresso seguro das suas competições de elite.
Saiba mais >
 

Nápoles pronto para eliminar Porto

O Nápoles ficou perto de marcar ao Porto na primeira mão dos oitavos-de-final e agora tem de encontrar-se com os golos para inverter a desvantagem de 1-0.

Imagem do jogo da primeira mão
Imagem do jogo da primeira mão ©AFP/Getty Images

O SSC Napoli nunca perdeu em casa contra adversários portugueses, mas precisa de reverter uma desvantagem de 1-0 na segunda mão dos oitavos-de-final da UEFA Europa League, isto se Rafael Benítez quiser continuar a demanda pela segunda final consecutiva na competição.

• Um golo de Jackson Martínez, aos 57 minutos, deu ao FC Porto a vantagem na primeira mão, mas com o Nápoles a ter também as suas oportunidades. Com os "dragões" a perderem três dos quatro jogos em solo italiano desde a entrada no novo milénio, existem motivos para apreensão para a partida da segunda mão.

Encontros anteriores
• As duas equipas defrontaram-se na segunda eliminatória da Taça UEFA de 1974/75, com o Nápoles, na altura orientado por Luis Vinicio, a vencer por 1-0 em casa e fora um Porto treinado por Aymoré Moreira.

• As equipas em Nápoles, no dia 23 de Outubro de 1974, foram:
Nápoles: Carmignani, Landini, Orlandini, Burgnich, La Palma, Esposito, Massa, Juliano, Clerici, Rampantini, Braglia.
Porto: Tibi, Alfredo Murça, Rolando, Gabriel, Carlos Simões, Rodolfo Reis (Seninho 73), António Oliveira, Adelino Teixeira, Abel (António Lemos 73), Cubillas, Vieira Nunes.

• Os dois clubes mediram igualmente forças num torneio amigável em Londres, no último Verão; Goran Pandev deu vantagem ao Nápoles aos 43 minutos, mas os golos de Nabil Ghilas (50 minutos) e Licá (78 minutos) na segunda parte, mais um autogolo de Federico Fernández pelo meio (68 minutos), ofereceram ao Porto um triunfo por 3-1.

Retrospectiva
• Os nove jogos do Nápoles contra equipas portuguesas terminaram da seguinte forma: 4V 3E 2D (3V 1E 0D em casa).

• O registo europeu do Porto em 25 embates ante formações italianas é de: 7V 7E 11D (3V 2E 8D em Itália).

• O Nápoles está nos oitavos-de-final pela primeira vez desde a introdução da fase de grupos na Taça UEFA; em 2011/12, perdeu frente ao Villarreal CF nos 16 avos-de-final e em 2012/13 foi eliminado pelo FC Viktoria Plzeň nessa mesma fase da prova. Esta temporada, porém, conseguiu levar a melhor sobre o Swansea City AFC com 3-1 no total das duas mãos.

• O Nápoles viu-se afastado da presente edição da UEFA Champions League apesar de somar 12 pontos no Grupo F, o melhor registo entre todos os terceiros classificados da fase de grupos da prova. A formação napolitana venceu os quatro jogos disputados em casa nas provas europeias desta temporada.

• O sucesso na primeira mão contra o Nápoles foi a primeira vitória do Porto na UEFA Europa League desde que bateu o SC Braga, por 1-0, na final da edição de 2010/11, em Dublin. Em 2011/12, perdeu em casa e fora frente ao Manchester City FC nos 16 avos-de-final, tendo empatado as duas outras partidas, esta época, em casa e fora, contra o Eintracht Frankfurt.

Factos das equipas
• Espanha e Itália são os países mais representados nos oitavos-de-final desta UEFA Europa League, com três clubes cada.

• Nápoles (1989) e Porto (2003, 2011) estão entre os antigos vencedores da Taça UEFA e UEFA Europa League em prova nestes oitavos-de-final, ao lado de Tottenham Hotspur FC (1972, 1984), Sevilla FC (2006, 2007), Valencia CF (2004) e Juventus (1977, 1990, 1993), esta última anfitriã da final.

• O Porto é um dos cinco campeões do respectivo país ainda na competição. Os outros são FC Basel 1893 (Suíça), Juventus (Itália), PFC Ludogorets Razgrad (Bulgária), e FC Viktoria Plzeň (República Checa).

Informação sobre os treinadores
• O treinador do Nápoles, Rafael Benítez, ganhou fama ao guiar o Liverpool à glória na UEFA Champions League de 2004/05, tendo na última época conquistado a UEFA Europa League ao leme do Chelsea. Depois de não ter dado nas vistas como jogador, Benítez começou a dar que falar ao leme do Valência, conquistando dois títulos de campeão espanhol e a Taça UEFA 2003/04.

• Benítez é um dos dois treinadores presentes nos oitavos-de-final que já venceu a competição. O outro é Dick Advocaat, do AZ, pelo FC Zenit, em 2008.

• Caso consiga guiar o Nápoles à conquista da UEFA Europa League, Benítez tornar-se-á no terceiro treinador a vencer a prova em duas temporadas consecutivas, seguindo as pisadas de Luis Molowny (Real Madrid CF, 1985 e 1986) e de Juande Ramos (Sevilha 2006 e 2007). Igualará também o recorde de três triunfos de Giovanni Trapattoni e será o primeiro treinador a erguer o troféu por três clubes diferentes.

• Ao leme do Liverpool, Benítez levou a melhor sobre o Porto na fase de grupos da UEFA Champions League de 2007/08, empatando 1-1 em Portugal e vencendo depois em Anfield por 4-1.

• O Porto anunciou a saída do treinador Paulo Fonseca a 5 de Março, na sequência de quatro jogos sem vencer, em todas as competições. O técnico da equipa B, Luís Castro, foi nomeado como treinador interino da equipa principal.

• Luís Castro foi um defesa-central que passou por clubes como a UD Leiria e o Vitória SC, tendo-se licenciado em Física. Iniciou a sua carreira de treinador no RD Águeda e orientou vários outros clubes de menor dimensão antes de assumir o comando do FC Penafiel, emblema que deixou em 2006, após não ter conseguido evitar a descida de divisão da Liga portuguesa, em 2006. Depois disso, foi o responsável técnico pela formação do Porto, antes de voltar ao cargo de treinador com a equipa B dos "dragões", em 2013.

Registo nas grandes penalidades
• O registo do Nápoles na decisão por grandes penalidades em três partidas é de: 1V 2D:
3-5 (fora) - FC Spartak Moskva, segunda eliminatória da Taça dos Campeões Europeus, em 1990/91
4-3 (casa) - Sporting Clube de Portugal, primeira eliminatória da Taça UEFA, 1989/90
3-4 (fora) - Toulouse FC, primeira eliminatória da Taça UEFA, em 1986/87

• O registo do Porto na decisão por grandes penalidades em três partidas é de 1V 2D:
1-4 (casa) - FC Schalke 04, oitavos-de-final da UEFA Champions League, em 2007/08
3-4 (casa) - UC Sampdoria, quartos-de-final da Taça das Taças, em 1994/95
8-7 (neutral) - Once Caldas, Taça Intercontinental, em 2004

Topo