Regresso ao Jogo: a UEFA está a preparar-se para o regresso seguro das suas competições de elite.
Saiba mais >
 

AZ sobrevive ao ataque do Slovan e apura-se

AZ Alkmaar 1-1 FC Slovan Liberec (total: 2-1)
Os anfitriões sobreviveram aos ataques finais do rival e garantiram a presença nos oitavos-de-final, frente ao Anji.

AZ celebra o golo que abriu o activo, por Nick Viergever
AZ celebra o golo que abriu o activo, por Nick Viergever ©Getty Images

O AZ Alkmaar sofreu um susto tardio, mas, ainda assim, segurou o precioso empate frente ao FC Slovan Liberec e qualificou-se para os oitavos-de-final, onde defrontará os russos do FC Anji Makhachkala.

Depois de Nick Viergever ter dado aos holandeses uma vitória por 1-0 na primeira mão da passada quinta-feira, o defesa voltou a ser decisivo e colocou os anfitriões em vantagem. Yevhen Budnik marcou de curta distância na segunda parte e empatou o jogo, mas os homens do Slovan não voltaram a encontrar o caminho da baliza, de forma a levar a equipa checa à próxima eliminatória.

Sem derrotas até agora na competição, o AZ começou por dominar, mas os visitantes, conscientes de que um golo podia acabar com as esperanças, estavam firmes na defesa. A única situação de perigo nos primeiros 15 minutos veio no momento em que Etienne Reijnen fugiu pela direita, mas o seu passe foi convertido num remate sobre a barra por um desapontado Aron Jóhannsson. No entanto, os homens de Jaroslav Šilhavý não evitaram que Viergever voltasse a marcar nesta eliminatória, aos 19 minutos, quando o capitão escapou à marcação de Budnik e desviou o canto batido por Nemanja Gudelj para lá do alcance de Lukáš Hroššo.

O Slovan respondeu, com Jan Rajnoch a forçar Esteban a uma boa defesa, com estirada para o lado esquerdo, ainda antes do intervalo. David Pavelka tentou atingir a baliza num remate com efeito, mas levou a bola a passar ao lado, após o recomeço do jogo. A pressão dos visitantes aumentou, com Esteban a desviar sobre a baliza o remate de Serhiy Rybalka, mas o Slovan recuperou a esperança quando Budnik aproveitou um canto para atingir a baliza ao poste mais afastado, a 18 minutos do fim do jogo. Esteban ainda evitou de forma corajosa uma acção atacante de Budnik, atirando-se aos pés, e aos 88 minutos desviou o cabeceamento de Josef Šural para lá do poste, garantindo assim o apuramento do AZ.

Topo