O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
A partir de 25 de Janeiro, o UEFA.com já não vai suportar o Internet Explorer.
Para obter a melhor experiência possível, recomendamos que use Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Ajax recebe lição do Salzburgo

AFC Ajax 0-3 FC Salzburg
Três golos apontados na primeira parte permitiram ao Salzburgo manter o pleno de vitórias desde a fase a grupos.

Jonatan Soriano marcou um golo fantástico
Jonatan Soriano marcou um golo fantástico ©Getty Images

O FC Salzburg mostrou em Amesterdão as qualidades que lhe tinha permitido vencer todos os jogos da fase de grupos como um dos clubes mais concretizadores da UEFA Europa League e bateu o AFC Ajax por 3-0 na primeira mão dos 16 avos-de-final.

A primeira grande oportunidade no Amsterdam ArenA pertenceu aos visitantes, na sequência de um livre André Ramalho rematou muito por alto quando estava em excelente posição para bater o guarda-redes Jasper Cillessen. A equipa da casa não percebeu o aviso e aos 13 minutos, após um rápido ataque, Joël Veltman derrubou o brasileiro Alan na área da equipa da casa e o árbitro Clément Turpin assinalou grande penalidade. Jonatan Soriano não desperdiçou a oportunidade para dar vantagem aos campeões austríacos.

Os espectadores holandeses ainda não tinham recuperado do choque quando Sadio Mané aumentou a vantagem dos visitantes. Kevin Kampl fez um belo passe do meio-campo para o senegalês, que ultrapassou calmamente o guardião Cillessen antes de empurrar para a baliza deserta.

O primeiro tempo foi dominado totalmente pela equipa de Roger Schmidt. Christoph Leitgeb rematou forte da área aos 28 minutos e forçou Cillessen a uma boa defesa, com o guarda-redes a reagir bem para segurar a recarga de Alan. O momento alto do jogo ficou reservado para os 35 minutos, com o espanhol Soriano a fazer um chapéu do meio-campo ao guarda-redes holandês enquanto, no banco do Ajax, o treinador Frank de Boer observava incrédulo. A equipa da casa só fez o primeiro remate aos 43 minutos, mas Péter Gulácsi desviou a tentativa de Viktor Fischer.

No segundo tempo, o Salzburgo continuou a dominar, Kampl esteve perto de marcar por duas vezes nos primeiros 15 minutos. Os austríacos limitaram-se a gerir a vantagem até final, face à inoperância do Ajax, e regressam a casa com uma vantagem muito confortável.

Conteúdos relacionados