Regresso ao Jogo: a UEFA está a preparar-se para o regresso seguro das suas competições de elite.
Saiba mais >
 

Valência já sonha com a final

Depois de ver o Valência confirmar o apuramento diante do Dínamo de Kiev, Diego Alves já sonha com a final, enquanto Miguel Veloso lamentou a derrota na 1ª mão.

O Valência travou quaisquer tentativas de recuperação por parte do Dínamo
O Valência travou quaisquer tentativas de recuperação por parte do Dínamo ©AFP/Getty Images

Um empate sem golos selou o apuramento do Valencia CF frente ao FC Dynamo Kyiv, com a formação espanhola a ter agora encontro marcado com o PFC Ludogorets Razgrad nos oitavos-de-final da UEFA Europa League. O guarda-redes Diego Alves mostrou-se feliz por a equipa ter conseguido fazer valer o triunfo por 2-0 obtido na primeira mão, na Ucrânia, enquanto do lado oposto, o português Miguel Veloso lamentou que os visitantes não tenham dado seguimento a uns primeiros 15 minutos promissores no Mestalla.

Diego Alves, guarda-redes do Valência
Trazíamos um bom resultado da primeira mão, em Kiev, e entrámos para o jogo desta noite com mais ambição. Mas o nosso adversário não tinha nada a perder e foi um jogo complicado. Acabámos, contudo, por conseguir seguir em frente para a próxima ronda, graças sobretudo à boa exibição que realizámos na primeira mão. O Dínamo é uma boa equipa, forte fisicamente e com jogadores bastante talentosos.

O Ludogorets Razgrad eliminou a Lázio. Vamos ter de os estudar, pois, para ser honesto, não sei muito sobre eles. Mas se chegaram até esta fase da prova é porque estão a realizar uma boa campanha, pelo que vai ser uma eliminatória difícil. Acreditamos que podemos chegar à final, mas temos de pensar jogo a jogo.

Seydou Keita, médio do Valência
No futebol o que conta são os resultados e estamos na próxima eliminatória. Estamos entusiasmados com este nosso apuramento. Frente ao Ludogorets vamos abordar um jogo de cada vez e dar tudo para seguir em frente. Estou a adaptar-me bem ao Valência e fisicamente sinto-me cada vez melhor. Quando se ganha tudo isso torna-se mais fácil.

Miguel Veloso, médio do Dínamo
Perdemos em casa e fizemos tudo o que podíamos para vencer esta noite, no Mestalla, mas não conseguimos. Entrámos bem e realizámos uns primeiros 15 minutos de grande qualidade, mas a partir daí o Valência tomou conta do encontro. Foi um bom jogo, bem disputado, mas o Valência acabou por se apurar graças aos dois golos que marcou na primeira mão. Queríamos chegar mais longe, mas não foi possível.

Topo