O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
A partir de 25 de Janeiro, o UEFA.com já não vai suportar o Internet Explorer.
Para obter a melhor experiência possível, recomendamos que use Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Tottenham festeja após susto inicial

Tottenham 3-1 Dnipro (total: 3-2)
A equipa da casa ainda esteve em desvantagem, mas conseguiu a reviravolta com um bis de Adebayor e agendou encontro com o Benfica.

Emmanuel Adebayor bisou pelos "spurs"
Emmanuel Adebayor bisou pelos "spurs" ©Getty Images

O FC Dnipro Dnipropetrovsk foi o primeiro a marcar em Londres, através de Roman Zozulya, mas a desvantagem despertou o Tottenham Hotspur FC, que conseguiu uma reviravolta sensacional em apenas 13 minutos, com um golo de Christian Eriksen e um bis de Emmanuel Adebayor.

A equipa da casa dominou a posse de bola no primeiro tempo, na tentativa de anular a desvantagem da primeira mão, mas foi pouco objectiva no ataque. O guarda-redes ucraniano, Denys Boyko, só foi obrigado a mostrar qualidades aos 26 minutos, para defender um livre de Eriksen, na única jogada de destaque nos primeiros 45 minutos.

O treinador Juande Ramos trazia bem estudada a lição para surpreender a antiga equipa e colocou a teoria em prática aos 48 minutos. Ruslan Rotan marcou um livre, Roman Zozulya surgiu a cabecear e o guarda-redes Hugo Lloris não conseguiu impedir a bola de entrar na baliza do Tottenham.
Os ingleses reagiram e, na sequência de um pontapé de canto, Mousa Dembélé fez a bola passar a rasar a trave. O empate surgiu aos 56 minutos, com Eriksen a reeditar o duelo com Boyko na marcação de um livre, mas desta vez o remate do dinamarquês saiu bem colocado e tornou inútil a estirada do guarda-redes.

Os visitantes não se deixaram abater e, aos 59 minutos, num livre estudado, Rotan colocou a bola ao dispor de Yevhen Konoplyanka na entrada da área. O remate saiu forte, mas foi devolvido pelo poste. A tarefa dos ucranianos ficou mais complicada quando Zozulya, o autor do golo, foi expulso aos 62 minutos com cartão vermelho por agressão a Jan Vertonghen e 90 segundos depois, Eriksen cruzou da esquerda para Adebayor marcar com um desvio à queima-roupa. Estava consumada a reviravolta, mas a equipa de Tim Sherwood continuava em desvantagem na eliminatória.

O Tottenham garantiu a passagem aos oitavos-de-final quando Ezekiel Fryers fez um passe muito longo para o ataque e o togolês Adebayor bisou após um excelente controlo de bola. O Dnipro dominou o final do encontro, Matheus, Yevhen Seleznyov e Konoplyanka, por duas vezes, ameaçaram Lloris, mas o guarda-redes belga mostrou qualidades e segurou a vantagem da equipa da casa.