O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
A partir de 25 de Janeiro, o UEFA.com já não vai suportar o Internet Explorer.
Para obter a melhor experiência possível, recomendamos que use Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Benfica atento a PAOK "mais ofensivo"

Jorge Jesus quer voltar a chegar longe na prova com o Benfica e espera o PAOK "mais virado para o risco" no fecho dos 16 avos-de-final, discurso de acordo com Huub Stevens.

Jorge espera voltar à final, em Turim, com o Benfica
Jorge espera voltar à final, em Turim, com o Benfica ©AFP/Getty Images

Um PAOK "mais virado para o risco". É isto que Jorge Jesus, treinador do SL Benfica, finalista vencido na época passada, espera para a segunda mão dos 16 avos-de-final da UEFA Europa League, frente ao PAOK FC. No entanto, acredita que o colectivo "encarnado" vai saber estar à altura do desafio no Estádio do Sport Lisboa e Benfica.

Apesar de estar em vantagem na eliminatória por 1-0, conferida pelo golo do avançado Lima na semana passada, Jesus não crê que a pressão seja menor. "Temos pressão extra para passar porque ganhámos o primeiro jogo", afirmou. "A responsabilidade é boa. Queremos ir longe na competição e, claro, se possível, chegar outra vez à final."

Mesmo que o PAOK tenha criado pouco perigo para as redes "encarnadas" em Salónica, o técnico português espera mais dificuldades em Lisboa. "Penso que o treinador do PAOK, face ao resultado negativo, tem de olhar mais para o risco. Vamos jogar com uma equipa experiente, onde a maior parte dos jogadores são da selecção grega. Temos de estar ao nível que estivemos na Grécia para passar esta eliminatória", afirmou Jesus.

O falecimento de Mário Coluna também foi abordado na conferência de imprensa. Jesus falou sobre a importância da antiga lenda: "Fisicamente desapareceu mas não da memória dos benfiquistas. Amanhã quero complementar a passagem da eliminatória com um jogo que justifique todo o passado que Mário Coluna teve no clube."

Quanto à convocatória, Jorge Jesus revelou que "[Nicolás] Gaitán e [Ezequiel] Garay estão clinicamente recuperados", enquanto [Óscar] Cardozo "ainda não está a 100 por cento, pelo que só depois do treino de amanhã é que decido se é convocado".

Na conferência de imprensa esteve também Sílvio, com o defesa a alertar para um jogo "muito importante e difícil". O jogador, titular na Grécia,  acredita que "será um grande espectáculo de futebol e tudo vamos fazer para conquistar a vitória". Quanto ao adversário, disse: "Sabemos que vamos encontrar uma grande equipa, forte no contra-golpe. O Benfica vai estar à altura, com a equipa que temos e com a ambição que sentimos, rumo ao objectivo de passar à próxima eliminatória."

O treinador do PAOK, Huub Stevens, sabe que a sua equipa tem muito que caminhar se quiser chegar pela primeira vez aos oitavos-de-final da UEFA Europa League, e reconhece que tem de arriscar para poder dar a volta à derrota da primeira mão. "Agora temos de correr riscos", afirmou. "É o meu trabalho dar confiança aos jogadores para que joguem bem. Sabemos que perdemos [na primeira mão], embora tenhamos jogado bem. Mas temos de arriscar."

O médio Hedwiges Maduro disse que a equipa tem de manter-se fiel aos seus princípios para ter êxito. "O mais importante e sermos nós próprios e dar o nosso melhor. Sabemos como joga o Benfica. Tem uma grande equipa. Teremos de ser pacientes. É mais importante nestes jogos."

Conteúdos relacionados