Breidablik quer voltar a surpreender

Após ter surpreendido adversários favoritos na presente campanha da UEFA Europa League, o Breidablik quer agora ultrapassar o Aktobe, campeão do Cazaquistão em quatro ocasiões.

Os jogadores do Breidablik comemoram o triunfo sobre o Santa Coloma na primeira pré-eliminatória
Os jogadores do Breidablik comemoram o triunfo sobre o Santa Coloma na primeira pré-eliminatória ©Breidablik

O Breidablik surpreendeu ao ultrapassar a segunda pré-eliminatória e terá de estar de novo ao seu melhor nível para discutir com o FC Aktobe a passagem ao "play-off" da UEFA Europa League.

Depois de um nulo na primeira mão, a equipa de Ólafur Kristjánsson causou sensação ao bater o SK Sturm Graz, por 1-0, na Áustria. Os islandeses vão disputar o quinto jogo europeu da época frente ao Aktobe, pois já tinha afastado o FC Santa Coloma, com um total de 4-0, no início de julho. O segredo do sucesso tem sido uma defesa eficaz e na segurança do guarda-redes Gunnleifur Gunnleifsson, de 38 anos, que ainda não sofreu golos nesta campanha.

"Ele não tem o destaque que merece. Tem feito excelentes exibições e manteve a baliza inviolada", afirmou Kristjánsson. "Tem uma grande personalidade. Por cada jogo que não sofremos golos, melhorámos o nosso registo europeu e temos mais hipóteses de vencer jogos. É tão simples como isto".

O avançado Ellert Hreinsson marcou o terceiro golo em quatro jogos nas pré-eliminatórias frente ao Sturm e motivou a eliminação dos austríacos, estando agora satisfeito por conhecer um novo país. "Estou ansioso pelo jogo no Cazaquistão, pois nunca lá fui e é um país que nunca pensei visitar. Vai ser divertido, disputar um encontro em que podemos fazer mais um bom resultado", destacou.