Combata a COVID-19 seguindo as indicações da Organização Mundial de Saúde e os cinco passos da FIFA para travar a propagação da doença.

1. Lavar as mãos 2. Tossir para o antebraço 3. Não tocar no rosto 4. Manter a distância física 5. Ficar em casa.
Mais informação >
 

Benfica passa com distinção em St James' Park

Newcastle United FC 1-1 SL Benfica(total: 2-4)
O Benfica sofreu em St James' Park, mas conseguiu a qualificação para as meias-finais. O empate surgiu ao cair do pano.

Eduardo Salvio marcou ao cair do pano
Eduardo Salvio marcou ao cair do pano ©AFP/Getty Images

Um golo de Eduardo Salvio já nos descontos valeu o empate e a qualificação do SL Benfica para as meias-finais da UEFA Europa League, diante de um Newcastle United FC que só esteve em vantagem graças a um lance infeliz da defesa "encarnada".

O Benfica começou o jogo a tentar surpreender a equipa da casa e, aos três e cinco minutos, dispôs de ocasiões soberanas para o fazer, primeiro num toque de calcanhar de Lima, após cruzamento de Salvio, e depois num cruzamento/remate de Melgarejo. Em ambas as situações, Tim Krul revelou reflexos e muita atenção.

Com o Newcastle a optar pelo futebol directo à procura de Papiss Cissé, os "encarnados" mostravam atenção e muita solidariedade defensiva, postura que adiou até ao final da primeira parte qualquer ocasião de perigo para a sua baliza.

Com esta atitude, o Benfica abria a porta a contra-ataques rápidos, como o que sucedeu ao minuto 28, quanto uma bola perdida para Krul acabou recuperada por Lima, que serviu na área Nico Gaitán. O argentino, ansioso, acertou em Massadio Haïdara quando tinha a baliza escancarada. Depois de Enzo Pérez ter visto o cartão amarelo que o retira do próximo jogo europeu, foi a vez de Ola John (36') aparecer na partida, numa jogada individual culminada com um cruzamento e finalização de Salvio ao lado.

Com o avançar dos minutos, a equipa inglesa acentuou a pressão e Cissé, já nos descontos, colocou a bola na baliza de Artur, mas o lance foi anulado por fora-de-jogo. O intervalo chegou com um nulo no marcador, resultado que penalizava mais os portugueses, depois de uma mão cheia de oportunidades criadas e desperdiçadas.

Com Shola Ameobi em campo e mais tarde com Hatem Ben Arfa, o Newcastle anunciava mais gente no ataque e mais problemas para o Benfica na segunda parte. André Almeida pagou essa factura quando viu um amarelo (48'), que o obriga a falhar também o próximo jogo. Contudo, o futebol dos ingleses era mais do mesmo, perigoso mas ineficaz. Símbolo do desacerto do Newcastle foi o pontapé livre de Yohan Cabaye (57') que passou bem longe da baliza de Artur. Pouco depois viu também o cartão amarelo.

Aos 67 minutos voltou a gritar-se golo em St James' Park, mas Cissé estava adiantado. Aos 71, um desentendimento entre Ezequiel Garay e Nemanja Matić deixou a bola para Ameobi que assistiu Cissé para, agora sim, marcar a valer. Garay, na cobrança de um livre (83') deu o primeiro sinal do inconformismo "encarnado", quando já Óscar Cardozo e Rodrigo já estavam em campo. Aos 89 minutos, Gaitán teve o empate nos pés, mas Krul fez uma grande defesa e adiou por mais dois minutos a felicidade benfiquista, quando não foi capaz de deter o remate de Salvio após cruzamento de Rodrigo.

Topo