Basileia ao ataque na visita do Tottenham

Após ter deixado fugir uma vantagem de dois golos no terreno do Tottenham, Murat Yakin garante que o Basileia vai voltar a "pressionar o adversário" na segunda mão.

Murat Yakin, treinador do Basileia, à conversa com os jornalistas
Murat Yakin, treinador do Basileia, à conversa com os jornalistas ©AFP/Getty Images

A sua equipa vai entrar em campo com uma ligeira vantagem nesta segunda mão dos quartos-de-final da UEFA Europa League, depois do empate 2-2 obtido há uma semana no terreno do Tottenham Hotspur FC, mas Murat Yakin sabe que o FC Basel 1893 não se poderá descuidar se quiser mesmo chegar à sua primeira meia-final europeia.

A turma helvética esteve a vencer por 2-0 em Londres e, apesar da desilusão que foi ver o adversário chegar ao empate, Yakin acredita que o Basileia não vai voltar a deixar fugir a vantagem que detém na eliminatória. "Não creio que os meus jogadores entrem em campo a pensar que o empate é suficiente. Vamos procurar pressionar os nossos adversários e criar ocasiões de golo, como temos feito ao longo de toda a temporada", garantiu o treinador.

O Basileia venceu os últimos quatro jogos na UEFA Europa League que disputou em St. Jakob-Park e Yakin espera mais uma grande exibição dos seus pupilos diante de um adversário que já por duas vezes ergueu a Taça UEFA. "A nossa equipa sabe muito bem como jogar em casa e como tirar partido da alegria que constitui jogar no seu terreno, especialmente perante adeptos como estes. Queremos marcar golos, é esse o nosso objectivo. Percebemos que temos de mudar alguns aspectos em relação ao encontro da primeira mão e vamos fazê-lo. O Tottenham é capaz de fazer muito rápido a transição da defesa para o ataque, mas vamos procurar impor o nosso jogo. A equipa tem mais do que confiança para o fazer."

Vencedor da prova ao leme do FC Porto em 2010/11, André Villas-Boas não vai poder contar com Gareth Bale (tornozelo), Aaron Lennon (joelho) e William Gallas (gémeos), que se lesionaram na partida da primeira mão, enquanto Jermain Defoe continua a contas com uma lesão na anca. O Tottenham, ainda assim, mostrou garra ao recuperar de uma desvantagem de dois golos em White Hart Lane, com o defesa-central Michael Dawson a afirmar: "O Basileia mostrou que é muito forte, mas nós também. Vai ser um encontro muito complicado, mas continuamos a acreditar que podemos chegar ao apuramento."

Para tal, Villas-Boas sente que a sua equipa terá de aprender com a lição do primeiro jogo. "Vamos ter de jogar com motivação e ambição e vamos ter de nos apresentar tão concentrados como o Basileia se apresentou na semana passada", acrescentou o treinador do Tottenham. "Há que louvar a sua organização. Jogadores e treinador, todos fizeram exactamente o que tinha de fazer. O Basileia é uma equipa ofensiva e nós também, pelo que são de esperar muitos golos."