Reacção do Tottenham vale empate ante Basileia

Tottenham Hotspur FC 2-2 FC Basel 1893
Emmanuel Adebayor e Gylfi Sigurdsson fizeram o Tottenham recuperar de dois golos, mas os tentos fora do Basileia podem ser cruciais.

Valentin Stocker comemora o primeiro do Basileia
Valentin Stocker comemora o primeiro do Basileia ©AFP/Getty Images

O Tottenham Hotspur FC complicou as aspirações de qualificação para as meias-finais da UEFA Europa League ao empatar em casa, na primeira mão dos quartos-de-final, com o FC Basel 1893, por 2-2, depois de ter estado a perder por 2-0.

O Basileia, aproveitando a previsibilidade e lentidão do Tottenham, protagonizou uma exibição em que combinou a sobriedade a defender com a rapidez e astúcia a atacar, cedo começando a criar perigo para Brad Friedel que, aos nove minutos, teve de parar remates de Fabian Schär e de Marco Streller antes de Markus Steinhöfer atirar sobre a barra.

Os comandados de André Villas-Boas apenas por Gareth Bale (17 e 19) mostraram ter também ataque, mas no primeiro, Yann Sommer segurou e no segundo a pontaria faltou. Aos 25 minutos, Kyle Naughton atirou de longe, mas foi o Basileia a marcar depois de Mohamed Salah (30) servir Streller, que rodou e acertou no poste, surgindo Valentin Stocker a fazer golo. Atónitos, os ingleses não reagiram e três minutos depois Fabian Frei aproveitou um desvio de Jan Vertonghen para mergulhar e fazer o 2-0.

E depois de Stocker ter perdido o 3-0 (37), Emmanuel Adebayor aproveitou uma jogada confusa na área suíça (40) para reduzir, mas logo depois Scott Parker repôs a má exibição do Tottenham falhando o empate de baliza aberta.

Ao intervalo, André Villas-Boas mandou carregar no acelerador e os "spurs" surgiram mais soltos e rápidos em campo, com Naughton (56) a repetir o remate de fora da área para defesa vistosa de Sommer. Gylfi Sigurdsson, num remate que desviou em Steinhöfer, repôs o empate aos 58 minutos enquanto na outra área, a velocidade de Salah não tinha eco na pontaria e Friedel negou o golo a Stocker com uma palmada (65), depois de novo "apagão" inglês. Até final foram os suíços os mais perigosos, tendo justificado sair com uma vitória de White Hart Lane.

A complicar ainda mais a vida dos "spurs" nos tempos mais próximos, Bale saiu em maca depois de ter feito uma entorse no pé direito.