Lázio avalia desafio do Fenerbahçe

"Temos um grande respeito por eles, mas não são imbatíveis", comentou o  treinador Vladimir Petković quando soube que a Lázio vai ter de medir forças com o Fenerbahçe nos quartos-de-final.

O desafio da Turquia não é uma missão impossível para a Lázio
O desafio da Turquia não é uma missão impossível para a Lázio ©AFP/Getty Images

A perspectiva de jogar em Roma à porta fechada com a S.S. Lazio, na segunda mão dos quartos-de-final da UEFA Europa League, é uma grande motivação para o Fenerbahçe SK, mas o registo do clube turco em Itália motiva algumas preocupações.

İsmail Kartal, treinador adjunto do Fenerbahçe 
A Lázio tem um grande prestígio, mas estamos nos quartos-de-final. Temos de aproveitar o jogo em casa na primeira mão, esta é a primeira vantagem. A segunda mão em Itália vai ser disputada à porta fechada, o que é uma segunda vantagem. Não podemos esquecer que a Lázio é treinada por Vladimir Petković, que já treinou o Samsunspor na Turquia. O Raul Meireles vai regressar de castigo, o que é mais um factor a nosso favor.

Vladimir Petković, treinador da Lázio
Eles são muito fortes, especialmente em casa. Temos um grande respeito por eles, mas não são imbatíveis. Têm grandes nomes na equipa, jogadores com muita experiência a nível internacional, como o Reto Ziegler e o Miloš Krasić. Já defrontei três vezes o Fenerbahçe, com o Young Boys empatei 2-2 na Suíça e venci por 1-0 fora numa pré-eliminatória da UEFA Champions League [em 2010]. Os adeptos turcos mostraram um grande desportivismo e aplaudiram-nos no final do encontro, têm um estádio fantástico.

Encontros anteriores
As equipas vão defrontar-se pela primeira vez nas competições europeias.

O Fenerbahçe disputou 13 jogos contra equipas italianas e tem um registo de três vitórias e dez derrotas (3V 0E e 4D em casa, 0V, 0E e 6 D em Itália). Os turcos venceram nas duas últimas ocasiões em que receberam equipas da Serie A em Istambul, e sem sofrerem golos, mas perderam todos os desafios que disputaram em Itália por dois ou mais golos de diferença.

As estatísticas da Lázio nos oito jogos com clubes turcos são de seis vitórias, um empate e uma derrota (3V, 1E e 0D em casa, 3V 0E e 1D na Turquia).

Palmarés nos quartos-de-final 
A Lázio foi finalista da Taça UEFA em 1997/98 e participou pela última vez nos quartos-de-final de uma competição europeia em 2002/03, quando eliminou o Beşiktaş JK a caminho das meias-finais da Taça UEFA, onde foi batida pelo FC Porto.

O Fenerbahçe está pela primeira vez entre os oito melhores desta prova e vai passar a contar com participações nos quartos-de-final das três principais competições europeias de clubes. O emblema de Istambul foi eliminado pelo MTK Budapest no encontro de repetição na Taça dos Vencedores das Taças de 1963/64 e foi batido pelo Chelsea FC na UEFA Champions League de 2007/08. O clube continua à procura da primeira presença numa meia-final.

Topo