Combata a COVID-19 seguindo as indicações da Organização Mundial de Saúde e os cinco passos da FIFA para travar a propagação da doença.

1. Lavar as mãos 2. Tossir para o antebraço 3. Não tocar no rosto 4. Manter a distância física 5. Ficar em casa.
Mais informação >
 

Memórias do Fenerbahçe animam Petković e a Lázio

Vladimir Petković vai regressar ao palco da sua "maior vitória de sempre" quando a Lázio visitar o terreno do Fenerbahçe na primeira mão dos quartos-de-final da UEFA Europa League.

O treinador da Lázio, Vladimir Petković, já venceu anteriormente em Istambul
O treinador da Lázio, Vladimir Petković, já venceu anteriormente em Istambul ©Getty Images

O Fenerbahçe SK vai tentar apurar-se pela primeira vez na sua história para as meias-finais de uma competição europeia quando defrontar a S.S. Lazio.

Encontros anteriores
• As equipas nunca se defrontaram anteriormente.

• O Fenerbahçe efectuou 13 encontros frente a equipas de Itália e o registo é de 3V 0E 10D (3V 0E 4D em casa - 0V 0E 6D em Itália). Os turcos ganharam os dois últimos jogos realizados em casa frente a conjuntos italianos sem sofrerem qualquer golo, mas perderam todos os seis encontros fora por margens de dois ou mais golos.

• O registo da Lázio em oito partidas frente a equipas da Turquia é de 6V 1E 1D (3V 1E 0D em casa - 3V 0E 1D em solo turco). Marcou dois golos nas três vitórias conseguidas fora, onde ganhou nas últimas duas vezes, no entanto ainda terá de ganhar um encontro frente a uma equipa turca por uma margem superior a um tento.

• A última vez em que a Lázio chegou aos quartos-de-final de uma competição europeia aconteceu em 2002/03, quando derrotou o Beşiktaş JK, rival do Fenerbahçe (1-0 em casa, 2-1 em Istambul), nos quartos-de-final da Taça UEFA, antes de ser afastado pelo FC Porto na eliminatória seguinte.

• O treinador da Lázio, Vladimir Petković, defrontou o Fenerbahçe, dirigido por Aykut Kocaman, quando era técnico do Samsunspor: as equipas empataram 0-0 em Istambul, em Outubro de 2011.

• O BSC Young Boys, então dirigido por Petković e que contava com o actual lateral-esquerdo da Lázio, Senad Lulić, nas suas fileiras, eliminou o Fenerbahçe orientado por Kocaman na terceira pré-eliminatória da UEFA Champions League de 2010/11, tendo vencido por 1-0 em Istambul, depois do empate 2-2 em Berna. "Como treinador, esta é, provavelmente, a minha vitória mais importante de sempre", disse Petković.

Retrospectiva
• Das formações que iniciaram a campanha nesta competição, a Lázio é a única equipa ainda em prova que não perdeu na presente edição, tendo alcançado oito vitórias e quatro empates desde o "play-off".

• O Fenerbahçe chegou agora aos quartos-de-final de todas as três grandes competições da UEFA, após ter disputado os quartos-de-final da UEFA Champions League (2007/08) e da Taça dos Vencedores de Taças (1963/64). Perdeu ambas as eliminatórias, embora tenha sido necessário um jogo de repetição frente ao MTK Budapest para decidir o último desses embates.

• O maior sucesso da Lázio nesta prova aconteceu quando chegou à final da Taça UEFA de 1998, altura em que perdeu em Paris, por 3-0, frente ao FC Internazionale Milano, rival da Serie A. Venceram a última edição da Taça dos Vencedores das Taças na época seguinte.

Factos das equipas
• Um "hat-trick" frente ao VfB Stuttgart na segunda mão dos 16 avos-de-final permitiu a Libor Kozák ultrapassar Edinson Cavani, do SSC Napoli, no topo da lista dos melhores marcadores da presente edição da UEFA Europa League. O ponta-de-lança checo marcou oito golos em oito partidas desde o início da fase de grupos.

• A Lázio é equipa mais goleadora de todas as que ainda se encontram em prova, com 19 tentos desde o início da fase de grupos, menos um, no entanto, do que o já eliminado Inter (O Chelsea marcou 21 no mesmo período, mas 16 aconteceram na UEFA Champions League). Onze desses tentos surgiram na primeira parte dos encontros e quatro nos primeiros 15 minutos após o reatamento.

• Os médios Mehmet Topal, Cristian e Caner Erkin são os únicos jogadores que participaram em todos os dez encontros do Fenerbahçe desde o início da fase de grupos. Nenhum realizou a totalidade dos 900 minutos; Mehmet é o único jogador que foi titular nessas dez ocasiões.

• O médio Hernanes é o único jogador da Lázio que participou em todas as dez partidas, tendo sido titular em nove delas.

• Lorik Cana, da Lázio, passou a época de 2010/11 no Galatasaray AŞ antes de se transferir para Roma. A sua equipa empatou 0-0 e perdeu por 2-1 na recepção ao Fenerbahçe.

• Aykut Kocaman ganhou fama como ponta-de-lança do Fenerbahçe, tendo conquistado dois títulos turcos num período de oito anos (1988-96). Passou depois a dirigir o Istanbulspor AŞ e, após passagens por Malatyaspor, Konyaspor e Ankaraspor AŞ, tornou-se director do futebol do Fenerbahçe. Em 2010, assumiu o comando técnico da equipa e conquistou o título logo na primeira época e a Taça da Turquia na temporada seguinte.

• Treinador da Lázio desde Junho, Petković sagrou-se campeão da Jugoslávia em 1984/85 enquanto médio do clube da terra natal, o FK Sarajevo, antes de se transferir para a Suíça, onde jogou nas divisões inferiores e treinou depois AC Bellinzona, Young Boys e FC Sion. Seguiu-se a mudança para a Turquia e para o Samsunspor.

Topo