Tottenham resiste à recuperação do Inter

FC Internazionale 4-1 Tottenham Hotspur FC (a.p., tot: 4-4, "spurs" apurados devido aos golos fora)
Um golo de Emmanuel Adebayor, aos 96 minutos, deu a qualificação à equipa de André Villas-Boas.

Os jogadores do Tottenham comemoram o golo de Emmanuel Adebayor
Os jogadores do Tottenham comemoram o golo de Emmanuel Adebayor ©Getty Images

Um golo de Emmanuel Adebayor na primeira parte do prolongamento foi decisivo para o Tottenham Hotspur FC passar aos quartos-de-final, com o FC Internazionale Milano a ficar pelo caminho depois de ter estado por duas perto de conseguir a maior recuperação na história da UEFA Europa League.

O Inter tinha uma desvantagem de 3-0 da primeira mão, na semana passada, mas voltou a acreditar depois de Antonio Cassano inaugurar o marcador com um cabeceamento aos 20 minutos. Rodrigo Palacio aumentou a vantagem da equipa da casa no início do segundo tempo e William Gallas fez um autogolo aos 75 minutos, que deixou a eliminatória empatada. Adebayor marcou para o Tottenham no prolongamento, tornando inútil o cabeceamento certeiro de Ricardo Álvarez que estabeleceu o resultado final.

O primeiro golo do Inter resultou de uma boa jogada colectiva. Esteban Cambiasso serviu Jonathan na direita, o brasileiro passou para Palacio, que fez um cruzamento perfeito para o Cassano e o avançado não falhou o cabeceamento ao segundo poste. O Tottenham tentou responder imediatamente, mas Samir Handanovič mergulhou bem para a esquerda e desviou um remate perigoso de Gylfi Sigurdsson.

O jogo abriu. Cassano fez um excelente passe bombeado que desmarcou Palacio atrás da defesa visitante, mas o remate do avançado argentino embateu na trave. As duas equipas tiveram oportunidades para marcar antes do intervalo. Brad Friedel teve de se aplicar para deter um forte disparo de Fredy Guarín, enquanto Adebayor tentou um chapéu que falhou o alvo.

O Inter voltou a marcar aos sete minutos do segundo tempo, com Palacio a iludir o fora-de-jogo e a receber um passe perfeito de Cambiasso, não tendo dificuldades em bater Friedel com um remate rasteiro que levou a bola a entrar junto ao segundo poste. A eliminatória ficou empatada a 15 minutos do final, quando um livre de Cassano tabelou na barreira e em Gallas, só parando no fundo da baliza dos "spurs". O final do encontro foi frenético e qualquer das equipas podia ter chegado à vitória nos 90 minutos. Um forte remate de Kyle Naughton obrigou Handanovič a mergulhar para uma boa defesa, enquanto Cambiasso falhou o alvo quando surgiu isolado frente a Friedel.

A equipa de André Villas-Boas esteve duas vezes perto de reduzir em pontapés de cantos consecutivos, com cabeceamentos de Jan Vertonghen e Gallas, e o golo surgiu finalmente quando Adebayor empurrou para a baliza depois de Handanovič não ter conseguido segurar um remate de Mousa Dembélé. Ricardo Álvarez ainda deu esperança ao Inter, ao marcar de cabeça na sequência de um cruzamento de Cassano, mas o Tottenham segurou o apuramento.