Regresso ao Jogo: a UEFA está a preparar-se para o regresso seguro das suas competições de elite.
Saiba mais >
 

Palacio trava Cluj em Milão

FC Internazionale Milano 2-0 CFR 1907 Cluj
Rodrigo Palacio saltou do banco para substituir o lesionado Diego Milito e assinou os dois golos milaneses frente ao conjunto romeno.

Rodrigo Palacio celebra o seu segundo golo
Rodrigo Palacio celebra o seu segundo golo ©AFP/Getty Images

Dois golos de Rodrigo Palacio, um em cada parte do jogo, garantiram o triunfo do FC Internazionale Milano sobre o CFR 1907 Cluj, em duelo da primeira mão dos 16 avos-de-final da UEFA Europa League. 

O Inter, três vezes vencedor da Taça UEFA, chegou à vantagem que já fazia por merecer aos 20 minutos, depois de ter muita posse de bola. O Cluj, do treinador português Paulo Sérgio, que apostou em cinco jogadores lusos no "onze" inicial - Mário Felgueiras, Ivo Pinto, Cadú, Camora e Rui Pedro -, mostrou muito espírito e desperdiçou boas oportunidades, mas a experiência do Inter deu frutos e o avançado argentino bisou a três minutos do final da partida.

O jogo até parecia não ter começado bem para a formação italiana, já que Diego Milito teve de ser substituído, devido a uma lesão num joelho, mas o aparente azar acabou por dar alguma sorte à equipa de Milão. Palacio entrou para o lugar do compatriota e teve influência imediata no encontro, aproveitando um grande passe de Fredy Guarín para se isolar e bater Mário Felgueiras.

Os romenos não se deixaram perturbar e quase chegavam ao empate pouco depois, mas Robert Maah não conseguiu acorrer ao excelente cruzamento, da esquerda, de Camora. O Inter respondeu com mais uma ocasião, mas, desta vez, Palacio não mostrou pontaria após assistência de Antonio Cassado, enquanto, já perto do intervalo, Ionuţ Rada só não assinou o 1-1 porque Samir Handanovič conseguiu travar o livre marcado pelo lateral da equipa romena.

O conjunto treinado por Andrea Stramaccioni voltou do descanso com ainda mais espírito atacante e Palacio voltou a estar perto de aumentar a vantagem, mas não conseguiu concluir um grande passe, de calcanhar, Esteban Cambiasso. No entanto, o argentino, de 31 anos, acabaria mesmo por voltar a festejar, já perto do final do encontro: após passe de Mateo Kovačić, voltou a bater Mário Felgueiras e assinou o seu quarto golo em cinco jogos na presente edição da UEFA Europa League.

Topo