Regresso ao Jogo: a UEFA está a preparar-se para o regresso seguro das suas competições de elite.
Saiba mais >
 

Crença francesa dá frutos no final

Fenerbahçe SK 2-2 Olympique de Marseille
Um golo de André Ayew, no quarto minuto de compensação, ofereceu um ponto à equipa gaulesa, que esteve a perder por 2-0.

O avançado do Marselha, Loïc Rémy, em luta com Hasan Ali Kaldırım
O avançado do Marselha, Loïc Rémy, em luta com Hasan Ali Kaldırım ©Getty Images

O Olympique de Marseille garantiu um improvável e emocionante empate frente ao Fenerbahçe SK, graças a dois golos nos últimos minutos, o segundo dos quais obtido já em tempo de compensação.

Depois dos tentos, um em cada parte, de Caner Erkin e Alex, a equipa turca, com Raul Meireles a titular, parecia caminhar para a primeira vitória nos últimos seis jogos europeus disputados em casa. No entanto, Mathieu Valbuena recolocou os franceses na discussão do jogo e, no quarto minuto da compensação dada pelo árbitro, André Ayew fez o empate neste duelo do Grupo C da UEFA Europa League.

O jogo também teve um início emocionante, com Valbuena e Morgan Amalfitano a mostrarem-se muito perigosos no flanco direito. O golo parecia uma questão de tempo e foi isso mesmo que aconteceu, com os donos da casa a festejarem aos 28 minutos: Caner fez um um-dois perfeito com Hasan Ali Kaldirim e atirou para o 1-0.

E a verdade é que a primeira parte não teve momentos aborrecidos, muito embora, aos poucos, o Fenerbahçe tenha começado a controlar o tempo e a esperar pelo intervalo. A segunda parte começou da mesma forma e foi por muito pouco que Ayew não castigou a falta de audácia dos turcos. Depois de um passe de Loïc Rémy, o avançado acertou na barra. A sorte protegeu o Fenerbahçe e, aos 57 minutos, a festa foi ainda maior, quando Alex saltou mais alto do que a concorrência para, de cabeça, dar a melhor sequência ao centro de Mehmet Topuz.

Mas o Marselha não atirou a toalha ao chão e, mesmo contra os ruidosos 40 mil adeptos turcos, reduziu a desvantagem por Valbuena antes de gelar o estádio com o segundo golo, marcado por Ayew.

Topo